Novidades da semana – 19 a 23 de outubro

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira as novidades das últimas duas semana

Computação e Networking

CloudFront – Suporte a gerenciamento de chaves públicas por IAM
A partir dessa semana, é possível gerenciar chaves públicas usadas para signed URL e signed cookies através do Amazon IAM sem ter a necessidade de utilizar uma root account.

Cloud Front – Anúncio do Origin Shield
O Amazon CloudFront anunciou uma nova ferramenta, o Origin Shield, que consiste na redução dos números de requisição da origem através de uma camada central de cache, o que pode ocasionar a diminuição dos custos da AWS em sua infraestrutura.

Systems Manager – Função de filtro de execuções automatizadas
A partir dessa semana, o Systems Manager possui uma função que permite filtrar as execuções de automação por ambientes ou por uma aplicação. Ou seja, é possível definir comandos automatizados dentro de serviços da AWS.

Systems Manager – Session Manager suporte da configuração de shell profile/Session Manager suporta múltiplos portforward
Outra novidade é a que a ferramenta Session Manager anunciou a possibilidade de acessar suas profiles, como a do Windows, por exemplo, diretamente no Systems Manager. Além disso, agora também é possível criar múltiplas Port forwarding através do Session Manager o que permite diversas conexões simultâneas.

Systems Manager – Patch catalog para Amazon Linux/ Free-text search runbooks
A AWS criou um catálogo de patches do Amazon Linux para o Systems Manager. Agora o usuário possui um inventário que traz um maior gerenciamento dos patches da infraestrutura. Além disso, a partir dessa semana foi implementada a ferramenta free-text search nos runbooks do serviço, podendo realizar qualquer tipo de pesquisa.

AWS Distro OpenTelemetry – Novo serviço em preview
A AWS anunciou um novo serviço em preview: o AWS Distro OpenTelemetry. Uma solução Open Source para telemetria de Kubernetes, ECS e outros serviços da plataforma.

EC2 Hibenation – Instâncias I3, M5ad e R5ad podem ser pausadas e retomadas
A partir dessa semana é possível pausar e retomar as instâncias I3, M5ad e R5ad através do AWS EC2 Hibernation.

Global Acelerator – Suporte a sobreposições de portas
Agora é possível realizar um redirecionamento de portas no AWS Global Acelerator. O que permite mapear portas de destino externas para que os usuários possam enviar tráfegos para as internas.

AppStream 2.0 – Adição de instancias pequenas para propósito geral
O AppStream 2.0 lançou as instâncias do tipo T, o que reduz o menor custo do serviço, diminuindo de 25 centavos para 7 centavos.

Developer Tools

Porting Assistant for .NET – Agora é Open Source
O Porting Assistant for .NET anunciou que o serviço agora é Open Source.

Lambda – Suporte ao PrivateLink
Assim como diversos serviços da AWS, nessa semana é a vez do AWS Lambda de anunciar suporte ao PrivateLink através de suas APIs.

SQS – FIFO com suporte a “Deduplicação”
O Amazon SQS, serviço de mensagens da AWS, anunciou que a partir de agora, as mensagens duplicadas serão removidas da fila.

CloudWatch App Insights – Adição de métricas de EBS e API Gateways
O CloudWatch App Insights adicionou em sua plataforma métricas dos serviços Amazon EBS e AWS API Gateways.

Amplify – Projetos do Amplify podem utilizar os Pools existentes do Cognito
O Amplify, uma solução completa para desenvolvimento de aplicação, agora suporta os pools existentes do Cognito, via AWS CLI ou CloudFormation.

CloudFormation – Aumento de quotas
O AWS CloudFormation anunciou o aumento de quotas do serviço, que consiste no aumento do tamanho do objeto para carregar no Amazon S3, bem como o número de recursos, parâmetros e outras ferramentas da AWS.

App Mesh – Aumento dos limites padrões para recursos/ Suporte a compartilhamento cross account no ACM
O App Mesh anunciou o aumento dos limites padrão de alguns recursos como de services, virtual nodes, and virtual gateways, entre outros. Além disso, o serviço agora suporta o ACM compartilhado via Resource Access Manager

Data

Kinesis Client Library – Agora suporta multi-stream
O Kinesis Client Library, recurso agente para a utilização do Kinesis, anunciou que agora é possível subir mais de um stream para cada instância.

Step Functions – Suporte à integração com Amazon Athena
O Step Functions anunciou que agora é possível realizar uma query diretamente no Amazon Athena.

AWS Batch – Suporte a configuração de Jobs e estratégias de repetição
O AWS Batch anunciou suporte a tratamento de falhas o que permite repetir processos caso haja alguma falha.

Redshift – Suporte a modificação de compressão de colunas/ Suporte a agendamento de Querys SQL pelo EventBridge
No Redshift, agora é possível indicar a compressão de colunas dependendo na quantidade de dados contida nelas. Além disso, o serviço também possui uma ferramenta de agendamento nativa através de Querys SQL no EventBridge.

Amazon MSK – Suporte ao Apache Kafka 2.6.0
O Amazon MSK, Kafka gerenciado da AWS, anunciou suporte a Apache Kafka 2.6.0, que traz diversas melhorias, como o manage quotas através de APIs, e o explict rebalance.

Amazon QLDB Go Driver – Disponível
O Amazon QLDB Go Driver, do database de Quantum Ledger da AWS, anunciou a disponibilidade da ferramenta Go Driver.

RDS for Oracle – Suporte a DR com banco de dados físico em Standby “Data Guard”
O RDS For Oracle anunciou que a partir dessa semana aplicações On premises podem realizar uma replicação através do Data Guard.

Amazon RDS – suporte a exportação de snapshots para o S3 em novas regiões
O recurso de exportar os snapshots do Amazon RDS para o Amazon S3 agora está disponível em novas regiões, incluindo São Paulo.

Amazon EMR – Redução de até 35% de custo e aumento de 15% no desempenho
Assim como diversos serviços da AWS, o Amazon EMR anunciou suporte as instâncias Graviton2, que podem garantir uma redução de custo de até 35% e aumento de até 15% de performance.

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!

E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!

Novidades da semana – 05 a 16 de outubro

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira as novidades das últimas duas semana.

Segurança e Governança

Cost Categories – Suporte hierarquia
O AWS Cost Categories, recurso que permite a criação de categorias dos serviços da AWS, agora suporta a hierarquia entre as categorias.

Compute Optimizer – Recomendações de melhorias baseadas em métricas do EBS
O AWS Compute Optimizer, serviço que realiza uma análise de sua conta AWS, agora fornece sugestões a partir de métricas do EBS, para otimizar sua conta.

AWS Client VPN – Disponível na região de São Paulo
O AWS Client VPN agora está disponível na região de São Paulo. Até essa semana, os usuários brasileiros utilizavam a região de Virgínia do Norte (EUA) por ser a mais próxima, agora o serviço está disponível em território nacional.

AWS Inspector – Expansão do suporte aos sistemas RHEL 8, Ubuntu 20.04 LTS, Windows Server 2019
O AWS Inspector, serviço de análise de vulnerabilidades em sistemas operacionais, anunciou a expansão ao suporte aos sistemas operacionais RHEL 8, Ubuntu 20.04 LTS, Windows Server 2019.

AWS Architecture Center – Re-design para enfatizar as ferramentas mais importantes
O AWS Architecture Center redesenhou sua interface melhorando a experiência da utilização do serviços colocando em desataque suas ferramentas mais importantes.

S3 – Suporte à feature assume Object Ownership
O Amazon S3 lançou um novo recurso que traz a possibilidade de colocar um assume no Object Ownership, permitindo a troca de proprietários do objeto no serviço.

AWS Config – 15 novos templates de conformidade, incluindo Well Architected
O AWS Config anunciou 15 novos templates de conformidade , dentre eles estão os pilares de confiabilidade de segurança do Well Architected, o conjunto de boas práticas da AWS.

Security Hub – Nova interface de usuários
Outro serviço que otimizou sua interface foi o AWS Security Hub, facilitando o acesso a ferramentas do serviço e apresentação para auditorias.

AWS Purchase Order- Ordem de pagamento disponível para uso geral (ainda não disponível para R$)
O AWS Purchase Order é o novo serviço que disponibiliza uma ordem de pagamento na AWS, assim evitando que as cobranças dentro da plataforma ocorram no cartão de crédito, de forma a integrar os setores de tecnologia e financeiro da empresa. O recurso ainda não está disponível para nossa moeda.

AWS Budget- Nova ferramenta AWS Budgets Actions
A AWS anunciou uma nova feramenta: AWS Budgets Actions. A partir de agora, ao atingir ou exceder o budget programado, é possível desligar instancias como EC2 ou RDS, por exemplo, bloquear serviços, usuários etc.

AWS Budget – Redução de custos: agora é gratuito
O AWS Budget reduziu os custos de seu serviço, agora ele é gratuito. Anteriormente ele cobrava $0.02 por dia.

AWS IAM- Access Analyzer suporta o arquivamento de “findings”
O AWS IAM possui em seu portfólio a ferramenta Access Analyzer, que gerencia e monitora usuários e roles dentro do serviço, e a partir de agora é possível arquivar os “findings” realizados dentro da ferramenta, assim conseguindo recuperar as informações das últimas vezes que a aplicação foi utilizada.

AWS EMP- End-of-Support Migration Program, agora disponível sem parceiros
O End-of-Support Migration Program, ferramenta que converte sistemas operacionais e aplicações em End-of-support em EC2, está disponível para todos os usuários da plataforma. Antes ela era restrita apenas para parceiros.

Computação e Networking

EKS – Suporte a ranges de endereços IPs configuráveis
Agora é possível especificar o IP dos serviços ao utilizar o Amazon EKS. Esse recurso auxilia na hora de fazer uma regra de liberação em ambientes On Premises via VPN, podendo liberar apenas o IP configurado.

EKS – Fargate + EKS agora disponível em 10 novas regiões

Juntamente com o serviço AWS Fargate, o Amazon EKS anunciou disponibilidade em 10 novas regiões, incluindo a região de São Paulo

EC2 – Instâncias Bare Metal G4dn com Nvidia disponíveis em 15 novas regiões
Outro serviço anunciou disponibilidade em novas regiões, incluindo São Paulo. Mas o Amazon EC2 disponibilizou as instâncias Bare Metal G4dn com Nvidia para essa e mais 14 novas localidades.

AmazonVPC – Agora é possível dar Launch no Sage Maker na VPC

A partir dessa semana, é possível integrar o Amazon SageMaker Studio com o Amazon VPC, permitindo dar launch do serviço por meio do VPC.

Elastic Beanstalk – Suporte a Multi-Container rodando em plataforma docker baseada em AL2
O AWS Elastic Beanstalk quando usado em Amazon Linux 2 agora permite rodar multi-containers na mesma instância baseado em uma plataforma Docker, assim podendo simplificar a configuração de suas instâncias.

AWS Outposts – Agora o ElastiCache está disponível no Outposts/ Suporte a EBS CSI Driver
O AWS Outposts, o servidor físico da AWS, agora oferece suporte ao ElastiCache. Outra novidade, é o suporte do AWS EBS CSI Driver, um recurso voltado para Kubernetes, também recebeu suporte do AWS Outposts.

Developer Tools

HoneyCode – Novo template de app para integração de funcionários
O AWS HoneyCode, ferramenta de desenvolvimento para aqueles que ainda não sabem codificar, lançou um novo template para a integração de funcionários.

CodeGuru – Suporte a tageamento de recursos
O AWS CodeGuru, a ferramenta da AWS de Profile e análise de código para automatização, é mais um serviço que anuncia o suporte a tageamento.

CodeArtifact – Suporte ao AWS CloudFormation
Assim como anunciamos em grande parte das semanas, mais um serviço anunciou suporte ao AWS CloudFormation. Dessa vez foi o AWS CodeArtifact, o serviço de repositórios da AWS.

SNS – Aplicações usando SNS para SMS para 5 novas regiões
O Amazon SNS anunciou a disponibilidade de enviar mensagens SMS por meio do serviço em 5 novas regiões, incluindo a região de São Paulo.

AWS Batch – Lançamento de controle de acesso baseado em tags/ Suporte customização de logging, swap e Shared Memory
O AWS Batch, a ferramenta da AWS para simplificar e automatizar processos em larga escala, anunciou suporte ao controle de acessos baseado em tags. Outra novidade é o suporte a customização de logs e ajustes de swap e Shared Memory.

Cloudwatch – Anúncio do novo Cloudwatch Lambda Insights (Preview)
O AWS CloudWatch anunciou em preview o novo Cloudwatch Lambda Insights, uma ferramenta de coleta de dados da função Lambda capaz de utilizar recursos de Machine learning para fazer previsões de suas aplicações.

Lambda – Lançamento do Lambda Integrations
A AWS lançou em preview o Lambda Integrations, uma nova forma de integrar o AWS Lambda com ferramentas operacionais, como o Datadog, Dynatrace, o AppDynamics entre outros recursos.

AWS EventBridge – Anúncio do suporte a filas Dead Letter
O AWS EventBridge, serviço gerenciado para arquiteturas baseadas em eventos, anunciou o suporte a filas Dead Letter, local de armazenamento de eventos que não foram processados corretamente.

AWS X-Ray – Plugin do Grafana Labs
A comunidade do Grafana Labs, juntamente com a AWS lançaram um plugin para AWS X-Ray, com a finalidade de reunir os dados de observality tracing do serviço para serem enviados para o Grafana.

EKS- Suporte Kubernetes 1.18 (Topology Manager, Server-Side Apply e IngressClass)
O Amazon EKS agora suporta a versão Kubernetes 1.18 que inclui as ferramentas Topology Manager, Server-side Apply e IngressClass. Os usuários que possuem a versão 1.14, a AWS manterá o suporte até o fim do ano.
https://aws.amazon.com/pt/about-aws/whats-new/2020/10/amazon-eks-supports-kubernetes-version-1-18/

EKS- Curso disponível
A AWS Training anunciou um novo curso para o serviço EKS, são 3 dias de treinamento a um custo de $2.000,00.

Fluent bit- Projeto opensource agora permite envio de logs diretamente para S3
O projeto opensource da AWS, o Fluent Bit, anunciou que agora é possível enviar logs diretamente para o Amazon S3. Uma alternativa para armazenar os dados do projeto em um serviço mais econômico da AWS.

CloudWatch Synthetics- Lançamento da ferramenta recorder
O AWS CloudWatch Synthetics, lançou a ferramenta recorder, que consiste em uma extensão do Google Chrome, que tem a capacidade de gerar scrips canary.

Cloudwatch Insights- Nova interface
O Cloudwatch Insights Application renovou sua interface para melhorar a experiencia do usuário e assim facilitar sua usabilidade.

Databases e Data Analytics

Kinesis – Agora temos o Kinesis Data Analytics “for java” é “for Apache Flink”/ Analytics suporta Force Stop e Autoscaling Status
A AWS alterou o nome da ferramenta o Kinesis Data Analytics for java para o Kinesis Data Analytics for Apache Flink, apenas para destacar que esse projeto decorre paralelamente com o Apache Flink. Outra novidade do Kinesis Data Analytics é a possibilidade de forçar a parada do serviço, e um recurso que mostra o status do Autoscaling.

Kinesis – Apache Flink no Kenesis com suporte a EFO e Http/2
Uma atualização do Apache Flink no Kinesis agora suporta EFO e Http/2.

DMS – Suporte a particionamento por CDC quando usamos o S3 como Target
O AWS DMS, serviço de migração da AWS, anunciou possibilidade de realizar a parametrização por Data, assim organizando o DataLake e evitando a realização de um novo processamento.

EMR – Suporte a multimaster nodes em tarefas distintas para diminuir riscos de falha
O Amazon EMR anunciou suporte a multimaster, ou seja, a partir dessa semana é possível enviar masters em diferentes AZs para assim evitar que falhas parem os processos do serviço.

ElasticCache – Suporte ao Redis 6 com gerenciamento RBAC
O AWS ElasticCache agora oferece suporte ao gerenciamento de credenciais com RBAC, gerenciamento por políticas, por meio do Redis 6. Além disso, assim como outras ferramentas da AWS, o serviço também anunciou suporte às instâncias M6g e R6g, que trazem aumento de performance e redução de custos.

AWS Glue – Suporte a detecção e evolução de Schemas ETL
O AWS Glue, serviço de ETL e Serverless da AWS, anunciou a detecção de mudanças de schemas do Data Catalog, recurso recém suportado pelo Glue, para o ETL, fazendo com que ele realize esse processo de forma automática.

Lake Formation – Cross Account Database Sharing/ Autenticação via Active Directory
O AWS Lake Formation, serviço de orquestração de Data Lake da AWS, anunciou a possibilidade de restrição de campos do mesmo dado para diferentes contas, fazendo com que haja um maior controle no acesso das informações do serviço. Outra novidade é o suporte a autenticação via Active Directory.

Aurora- Alocação dinâmica de Storage (Shirink)
O Amazon Aurora aperfeiçoou seu recurso de alocação dinâmica de dados, que a partir de agora ele consegue diminuir sua capacidade programada, assim diminuindo os gastos nos uso do serviço.

Aurora- Database Activity Streams disponível em outras regiões, inclusive São Paulo
O Amazon Aurora anunciou que a ferramenta Database Activity Streams está disponível em outras regiões, inclusive São Paulo.

RDS PostgreSQL- Suporte a upgrade majoritário das réplicas
O Amazon RDS PostgreSQL anunciou a possibilidade de realizar o upgrade majoritário das réplicas de leitura do serviço.

RDS- Graviton 2 disponível com redução de até 52%
O Amazon RDS anunciou que os processadores Graviton 2 estão disponíveis para o serviço que reduz os custos e aumenta a performance em até 52%.

RDS for MySQL- Backup to RDS
O RDS for MySQL agora permite trazer um backup do MySQL para o serviço RDS por meio do Amazon S3.

Lake Formation- Suporte a Amazon EMR
O Lake Formation, a camada de orquestração de Data Lake da AWS, agora suporta o serviço Amazon EMR.

Glue- Suporte DocumentDB e MongoDB Collections/ Suporte a leitura de tópicos Kafka e leitura e escrita em Apache Avro.
O AWS Glue agora suporta dados originários das aplicações de database DocumentDB e MongoDB. Outra novidade é o suporte a tópicos Kafka, além da leitura e escrita no formato Apache Avro.

Redshift- Cross-Database Queries
O Amazon Redshift agora suporta o Cross-Database Queries, ou seja, agora é possível realizar queries que se estenda a mais de uma base de dados.

Outros

CloudWatchLogs – Suporte 2 subscriptions por filtro
O CloudWatchLogs adicionou uma funcionalidade que permite criar filtros de até duas subscrições.

CloudWatch Synthetics – Suporte a monitoramento por dashboard de pré-build utilizando Canary
Já o CloudWatch Synthetics, anunciou que é possível realizar uma pré-build que monitora os processos do dashboard por meio do Canary

AWS Work Docs- Modo escuro no App para iOS
O AWS WorkDocs, anunciou o tema escuro em seu app para dispositivos iOS.

Amazon Lumberyard – Versão beta 1.26 disponível
O Amazom Lumberyard, o serviço de open code de games da AWS, lançou uma versão 1.26 beta, que traz melhorias para a aplicação.

Solution Distributted Load Testing – Versão 1.1 com suporte a Step-Functions e Fargate
O Distributted Load Testing, a solução da AWS para realizar testes de carga, anunciou a versão 1.1 que traz, além de melhorias, o suporte com os serviços Step-Functions e Fargate além de scripts de Jmeter.

SageMaker – Redução de custos em 18% das instancias ml.P3 e ml.P2
O AWS SageMaker, anunciou a redução de até 18% do preço do serviço para as instâncias ml.P3 e ml.P2.

Trancribe- Suporte a PrivateLinks para Batch APIs
O Amazon Transcribe, o serviço de inteligência artificial de transcrição da AWS, agora suporta PrivateLinks, a rede privada da AWS.

AWS Connect- Suporte URA em espanhol
O AWS Connect, serviço de PABX da AWS, agora oferece suporte a URA na língua espanhola.

Amazon Personalize- Redução de 40% tempo e 30% geração de recomendações
O Amazon Personalize anunciou que a partir dessa semana ele consegue gerar 30% mais recomendações, 40% mais rápidas.

Amazon Rekognition- 6 novas categorias de moderação
O Amazon Rekognition anunciou 6 novas categorias de moderação de forma a detectar mensagens de drogas, álcool e símbolos de ódio, por exemplo.

AWS Elemental MediaLive- suporte a MPEG2 e outras funcionalidades
O AWS Elemental MediaLive, ferramenta de lives da família Elemental, anunciou suporte ao MPEG2, dentre outras funcionalidades.

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!

E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!

O que é Disaster Recovery?

Ao longo do desenvolvimento de um negócio, muitos osbstáculos precisam ser ultrapassados. Mas por mais que existam estratégias de crescimento bem definidas, que possam trazer alguma previsibilidade para o futuro, fatores tanto externos quanto internos podem prejudicar o andamento do projeto. Principalmente no setor da tecnologia que em muitas ocasiões pode sofrer com falhas e vulnerabilidades. Resultando em problemas na infraestrutura e podendo causar grandes prejuízos nas empresas. De acordo com a pesquisa Global Data Protection Index – Cloud Environments 2020 promovida pela Dell Technologies 47% das empresas que tiveram algum problema em seu ambiente de TI. Como perda de dados ou ataques cibernéticos, por exemplo, tiveram complicações no desempenho de suas equipes. O que reforça a necessidade de possuir, além de um plano de contingência e redundância, uma estratégia de Disaster Recovery. Ideal para manter seu negócio online em caso de imprevistos.

O conceito de Disaster Recovery

Disaster Recovery (DR) consiste em uma série de ações que tem como objetivo recuperar dados e restaurar processos em caso de problemas eventuais. Podendo ser oriundos de crimes virtuais, falha humana ou até desastres naturais. Buscando sempre reestabelecer a normalidade com impacto mínimo e de forma ágil, tentando ao máximo preservar a produtividade da empresa.
Para que esse conceito seja eficaz em sua empresa será necessário traçar um plano de recuperação de desastres, ou Plano de Recuperação de Negócio (PCN), no qual mapeia todos os recursos de sua infraestrutura, analisa riscos, falhas ou vulnerabilidades que possam afetar o ambiente de TI de seu negócio. Além de criar uma estratégia definida que direcionará as medidas de recuperação de desastres a serem seguidas.

Veja nossa live sobre Disaster Recovery!

Após uma completa análise de riscos, são definidas duas métricas dentro da estratégia de Disaster Recovery. Sempre com o objetivo de diminuir o prejuízo de sua empresa em caso de imprevistos. O Recovery Time Objective (RTO), que se baseia na identificação do máximo período em que todo ambiente ou apenas alguma aplicação pode ficar indisponível, dependendo do tamanho da falha, por exemplo, 15 minutos ou 1 dia. E o Recovery Point Objective (RPO), que define uma quantidade mínima de informações que precisam ser recuperadas de modo a diminuir o impacto do incidente em seu negócio. Ou o quanto de informação o negócio aceita que seja perdida. Com essas definições, será possível saber com maior precisão de quanto tempo sua empresa necessitará para corrigir o problema.
Baseado nessas métricas, que são definidas em conjunto com a equipe de Tecnologia, adicionamos ao plano ações como ter servidores de backup. Além de ter um plano de backup para recuperar o ambiente em determinado tempo.

É importante ressaltar que o Disaster Recovery precisa ser visto como uma medida preventiva e recuperativa. Por isso é importante possuir uma estratégia bem detalhada para a recuperação de desastres. Devendo conter ferramentas que tem o objetivo de garantir a segurança dos dados de sua empresa. Bem como medidas que irão minimizar os riscos de falha humana que podem trazer vulnerabilidades em suas informações.

O advento do uso de Cloud Computing facilita muito a criação e eficiência de seu plano de Disaster Recovery. Pois além da facilidade de distribuição geográfica, é possível manter sua contingência desligada para alguns cenários, o que leva o custo com a infraestrutura redundante, próximo de zero. Uma vez que você paga apenas pelo que utilizar.

Assim será possível diminuir o perigo de ameaças contra seu ambiente de TI e por consequência evitar prejuízos.

Veja mais artigos técnicos em nosso blog!

Relatório da Darede reduz os custos do ambiente AWS do Sport Club Corinthians Paulista

A Darede Serviços de TI, empresa parceira Advanced AWS, executou um projeto no Sport Club Corinthians Paulista, com a finalidade de otimizar os custos da infraestrutura AWS através do assessment (análise) do ambiente de TI do clube utilizando o Well-Architected Framework, que consiste no conjunto de boas práticas da principal provedora de serviços de computação em nuvem do mundo que se divide em cinco grandes pilares: Excelência Operacional, Segurança, Confiabilidade, Eficiência de Performance e Otimização de Custos.

Diante desses desafios a Darede realizou uma análise completa no ambiente em nuvem do clube, com o objetivo de aumentar a segurança, buscando proteger as informações sensíveis da empresa bem como criar controles para proteger seus sistemas internos. Aumentar o desempenho da infraestrutura através da organização das cargas de trabalho para uma melhor identificação, melhorar o monitoramento do ambiente a fim de ter uma maior visibilidade da performance das aplicações. Além de aprimorar a resiliência da rede e definir uma política de backup ideal para a implementação de um modelo Disaster Recovery, capaz de prevenir falhas e vulnerabilidades do sistema. Fizemos também um planejamento para readequação dos recursos e serviços usados, fazendo com que a estrutura continuasse com a mesma capacidade, porém custando menos.

As adequações necessárias foram enviadas para o clube com a finalidade de resultar em um ambiente estável, escalável e seguro, além de reduzir os custos do clube.

Sobre a Darede

A Darede, empresa de consultoria especialista em serviços de TI possui 7 anos de experiência no mercado. A empresa, é parceira Advanced da Amazon Web Services (AWS) contando com cinco selos de especialização: AWS Well Architected, WMWare on Cloud, Public Sector Partner, Amazon CloudFront e Amazon EC2 for Microsoft Windows Server. Além de ser Gold Partner em Cloud Productivity da Microsoft.

Leia mais artigos de TI em nosso blog!

Novidades da AWS – 21 a 25 de setembro

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira as novidades da última semana.

Segurança e Compliance

Savings Plan – Enfileiramento de compra de Savings Plan
A partir dessa semana, é possível enfileirar compras no Savings Plan especificando o momento que deseja executar futuras compras. O Savings Plan é uma forma de fazer reservas de recurso baseado em budget e não em recursos específicos (como servidores). Nele você reserva “x” dólares por mês, e até esse limite, é possível pagar um valor menor de acordo com seu comprometimento, podendo ser de 1 ou 3 anos. Além disso, podemos definir o método de pagamento, com ou sem adiantamento (upfront). Antes era preciso esperar uma data específica para fazer o Savings Plan, agora conseguimos já deixar agendado quando faremos ou renovaremos nosso comprometimento.

AWS Security Hub – 14 novos controles básicos (RDS,KMS, Secrets Manager) totalizando 90 (patch Compliance)
O AWS Security Hub anunciou 14 novos controles de básicos de Compliance para os serviços Amazon RDS, AWS KMS e AWS Secrets Manager, assim totalizando 90 controles na aplicação. Os controles analisam recursos na conta em busca de possíveis falhas de configuração, que impactam em segurança.

AWS Backup – Suporte a backups baseados em aplicações em workload Microsoft (VSS)
O serviço AWS Backup anunciou suporte para que os usuários consigam criar, gerenciar e restaurar backups em workloads da Microsoft por meio do Volume Shadow Copy Services (VSS), ferramenta de backup da Microsoft. Para isso, está disponível um plugin do AWS Systems Manager que possibilita backups granulares de File System, de SQL Server, entre outros serviços Microsoft.

AWS Toolkit for JedBrains IDEs – Agora suporta credenciais do AWS SSO
A novidade do AWS Toolkit for JedBrains IDEs da semana é a integração com AWS SSO, fazendo com que seja possível vincular um usuário do Active Directory, assim permitindo uma autenticação integrada entre os serviços para times de desenvolvedores que usam a IDE JedBrains.

Wavelength Zones – novas zonas em Atlanta, Nova York e Washington DC
A AWS anunciou 3 novas Wavelength Zones nas cidades de Atlanta, Nova York e Washington DC, assim como a zona em São Francisco, ela é 5G based em parceria com a Verizon, podendo trazer mais performance para as aplicações. Sim, a AWS possui Zonas de disponibilidade na rede da operadora, assim baixando a latência e aumentado a velocidade na comunicação com dispositivos na rede 5G. Ainda não existem Wavelength Zones e no Brasil, mas estamos ansiosos para testar!

AWS Secret Manager – OSPAR Compliance
O AWS Secret Manager anunciou mais uma certificação de compliance o Outsourced Service Provider Audit Report (OSPAR). Que consiste em mais um reconhecimento relacionado a entidades que seguem regras de compliance.

AWS Console – Melhorias na usabilidade
O serviço AWS Console lançou uma atualização em sua interface, colocando mais serviços no espaço de navegação e otimizando a aba de favoritos, facilitando a localização dos serviços mais utilizados. Atenção ao uso de extensões como o “Extended Switch Role”, ele parou de funcionar e precisa agora de atualização.

AWS Perspective – Lançamento de uma nova solução
A AWS lançou uma nova solução, o AWS Perpective que tem a finalidade de criar diagramas de arquiteturas. Mas o Perspective não é uma solução para desenhos apenas, ele se conecta a sua estrutura e utiliza tags para determinar o custo e status de serviços e recursos AWS.

Amazon MSK – Autenticação por usuário e senha
O Amazon MSK, o Kafka gerenciado da AWS, agora suporta a autenticação por usuário e senha, além da integração com o Secret Manager.

Developer Tools

AWS Systems Manager Agent – nova versão 3.0 com registro de eventos de automação
O AWS Systems Manager Agent (SSM Agent) anunciou uma atualização automática para a versão 3.0 dos agentes que estão na versão 2.

AWS Glue – novo AWS Glue Studio uma interface nova para criar, rodar e monitorar o Glue ETL
O AWS Glue Studio é uma nova interface do AWS Glue que permite criar, rodar e gerenciar de forma dinâmica suas ETLs. Além do anúncio, foi publicado um artigo que explica de forma detalhada e passo-a-passo, como usar esse novo recurso do serviço.

Amazon ECS – Disponível na Local Zone de Los Angeles
O Amazon ECS anunciou suporte a local zone de Los Angeles (EUA), uma amostra que o poder de capacidade dos serviços já disponíveis nas zonas de disponibilidades tradicionais serão incluídas nas local zones. Estamos esperando a primeira Local Zone no Brasil.

Databases

Amazon Aurora – Capacidade máxima de Storage aumentada de 64TB para 128TB
O Amazon Aurora anunciou o aumento de capacidade máxima de storage de algumas versões de 64TB para 128TB. É importante validar se sua versão do cluster e dos nodes suportam a nova capacidade.

Aurora for PostegreSQL – Suporte a pglogical extension
O Amazon Aurora for PostegreSQL agora suporta o módulo opensource pglogical que permite sincronizar o PostegreSQL com base de dados externas.

Aurora for PostegreSQL – Novos patches 2.5.4 / 2.6.1 / 3.2.4 / 3.3.1
Também nessa semana, o serviço anunciou novos patches 2.5.4 / 2.6.1 / 3.2.4 / 3.3.1, com melhorias, bem como versões majoritárias 12.4/11.9/10.14/9.6.19/9.5.23. É importante validar sua versão, testar em ambiente de homologação e agendar a atualização para janela de manutenção automática.

Amazon RDS – Instâncias do tipo R6g e M6g em preview agora suportam mais tipos de software
O Amazon RDS anunciou que as instâncias do tipo R6g e M6g suportam outras versões do serviço, como o MariaDB, PostegreSQL e MySQL. Agora quase todas as Engines de RDS suportam os novos processadores Graviton 2, fabricados pela AWS, mais baratos e performáticos que os modelos Intel e AMD.

Document DB – Suporte a $out aggregation stage
O DocumentDB anunciou suporte ao $out aggregation stage, uma funcionalidade que consiste em agregar resultados de consultas. Essa é mais uma novidade na direção de aumentar a compatibilidade do serviço com o MongoDB.

Amazon RedShift- suporte a queries para abrir com Apache Hudi e Delta Lake
O Amazon Redshift Spectrum, uma funcionalidade que permite estender a consulta para o Amazon S3, anunciou suporte das suas queries para abrir o Apache Hudi e o Delta Lake. O Athena já possuía suporta a consultas em dados gerados pelo Apache Hudi, agora o suporte se amplia ao RedShift.

Amazon Elasticsearch – Agora oferece suporte a instâncias T3 (EBS 50>200GB)
O serviço Amazon Elastichsearch agora oferece suporte a instâncias T3, além de aproveitar a nova geração de processadores Intel, mas econômicos e performáticos, o novo tipo permite alocação de até 200GB de disco, contra 50GB da antiga geração T2. Agora não é mais necessário o upgrade, ou migração para EC2 apenas devido ao tamanho do storage do node.

Monitoramento, Computação & Outros

Amazon Textract – Melhor precisão na detecção de símbolos, par chaves valor e checkboxes
O Amazon Textract anunciou a melhora na precisão na detecção de símbolos, como os referentes a moedas, par chaves valor e checkboxes, tabelas, etc. O serviço de extração de texto de imagens agora está mais assertivo. Não é necessária nenhuma mudança para uso da novidade.

Amazon Lex – Suporte ao espanhol (US)
Assim como nas últimas semanas, o Amazon Lex anunciou suporte a mais um idioma, desta vez foi o espanhol falado nos Estados Unidos.

Amazon EC2 – Instâncias do tipo C5a e Inf1 disponíveis em São Paulo
O Amazon EC2 anunciou que as instâncias do tipo C5a, com processador AMD e inf1, com processadores voltados para machine learning em cima de containers, estão disponíveis na região de São Paulo.

Amazon CloudWatch – Suporte a métricas de capacidade no AWS Outposts
A partir dessa semana, estão disponíveis novas métricas de monitoramento de capacidade do Amazon CloudWatch no AWS Outposts. Boa notícias agora que os servidores físicos da AWS, os Outposts podem ser usados em nosso ambiente onPremise aqui no Brasil.

Amazon CloudWatch – Canary end-to-end Synthetics, X-Ray, Service Map e Lens
O Amazon CloudWatch Synthetics serviço que analisa a experiência do usuário por meio de testes da aplicação agora possui integração com o AWS X-Ray, aumentando o poder de observar falhas no aplicativo.

Treinamentos
Workspaces Self guided

AppStream 2.0 Self Guided

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!

E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!

Novidades da semana AWS 14 a 18 de setembro

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira as novidades da última semana.

Governança, Segurança, IA, ML e Outros

Lex – Suporta novo idioma English (UK)
Amazon Lex é um serviço para criação de interface de conversação, ideal para chatbots, por exemplo. O Lex agora oferece suporte ao inglês britânico, e assim como a novidade da última semana, esta mudança serve para melhorar a usabilidade do serviço em algumas regiões.

Amazon Comprehend – Ajuda a mascarar dados pessoais identificáveis
O serviço Amazon Comprehend, é um serviço de IA para compreensão de dados e criação de insights. A AWS anunciou um recurso de mascarar dados ao realizar o processo de transformação de textos para imagens ou vice-versa. O que ajuda a ocultar informações sensíveis como documentos, número de telefone, entre outros.

Amazon Managed Blockchain – Suporte a HyperLedger Fabric v 1.4
O Amazon Managed Blockchain anunciou suporte ao HyperLedger Fabric v 1.4. Essa nova versão traz correção de bugs e melhorias em estabilidade e principalmente novas funcionalidades como o Private Data Collections e CouchDB.

Amazon Transcribe – Suporte a detecção automática da imagem
O serviço Amazon Transcribe, que converte texto para voz anunciou uma nova funcionalidade capaz de detectar idiomas de forma automática.

Amazon Detective – Introduz IAM Role Session Analysis
O Amazon Detective agora analisa a IAM Role Session, o que permite visualizar e entender ações de usuários e aplicativos a partir de suas funções pré-determinadas, antes o Detective tirava insights apenas de login de usuários via console e API, agora as sessões via roles também são investigadas.

AWS Organizations – Suporte a tagging, tag-on-create e Attribute Based Access Control (ABAC)
O AWS Organizations anunciou que a partir dessa semana será possível colocar tags em contas AWS da organização, além disso agora podemos conceder permissões em atributos (ABAC), assim sendo permitido gerenciar o acesso das contas nos serviços AWS.

Compute, Storage e Networking

Amazon S3 – Suporte a condição baseado em Owner do Bucket
O Amazon S3 anunciou que a partir de agora é possível criar condições baseado na conta proprietária o que facilita a validação de uma conta original no bucket do S3 e evita retrabalho ao copiar dados entre buckets de contas diferentes.

Amazon EC2 – Suporte a novos tipos de C5 em novas regiões (c5.12xlarge, c5.24xlarge, e c5.metal)
O serviço do Amazon EC2 lançou novos tipos de instâncias C5 em novas regiões, incluindo a região de São Paulo. As instâncias C5 fazem parte de uma nova família de processadores que trazem uma maior performance com o menor custo que família anterior, as C4. Além dos novos tamanhos 12 e 24xlarge a versão bare metal também passa a ser disponível em São Paulo.

Amazon EC2 – Anúncio das instâncias do tipo T4
Também nessa semana, o Amazon EC2 anunciou as instâncias do tipo T4g, operadas pelos processadores Graviton 2, fabricados pela própria AWS, elas trazem um custo benefício 40% superior em relação às instâncias do tipo T3 e T3a que operam com processador Intel e AMD. É importante lembrar que as instâncias T4g usam processadores de arquitetura ARM, já suportada pela maioria dos sistemas operacionais opensource e pelo Kubernetes.

Data Lifecycle Manager -Suporte a múltiplos schedules por job
O Data Lifecycle Manager anunciou suporte a múltiplos schedules por Job, assim possibilitando criar snapshots diários, semanais e mensais. Agora faz mais sentido a existência de Jobs dentro dos Schedules.

AWS EFS – Enforce encryption no IAM
O AWS EFS agora suporta enforce encryption no IAM, ou seja, agora é possível obrigar a encriptação via IAM na criação de um NFS gerenciado da AWS.

AWS Backup – Mantém as tags nos backups e restores
O AWS Backup adicionou uma funcionalidade que mantém as tags dos backups e restores dos serviços da AWS. Isso evita seus backups e restores ficarem sem tags nos relatórios de Billing, por exemplo.

Amazon CloudFront – Anúncio do suporte a Brotli compression
O Amazon CloudFront anunciou o suporte a Brotli compression que fornece cerca de 24% maior compressão de dados em relação ao Gzip, assim trazendo redução de custos uma vez que o maior custo do CloudFront está relacionada tráfego de saída da nuvem, o Data Transfer Out.

Integração e DevOps

Lambda Step-Functions – Suporte nativo X-Ray
A partir dessa semana, o AWS Lambda Step Functions oferece suporte ao AWS X-Ray, assim trazendo uma O.S. observability, acesso ao log e tracing de sua aplicação utilizando o serviço, sem a necessidade de instrumentar o X-Ray em seu código.

API Gateway – Suporte Mutual TLS (MTLS)
Amazon API Gateway agora suporta mutual TLS, recurso que permite que ambos os lados, cliente e servidor, possam especificar chaves criptográficas. O PIX (Sistema de Pagamento Instantâneo Brasileiro) é um exemplo de aplicação com uso obrigatório de mTLS.

AWS Docker – A AWS e a Docker estendem a colaboração e lançam novas features no Docker Desktop
A AWS e a Docker estenderam a colaboração entre as empresas e anunciaram novidades no Docker Desktop, trazendo a disponibilidade de diversos recursos, como o EKS, Fargate, entre outros.

Amazon CloudWatch – o serviço Dashboards agora suporta compartilhamento de Dashboard
A partir dessa semana, é possível compartilhar o dashboard do Amazon CloudWatch facilitando a visualização de métricas por outros usuários. Podemos agora criar uma URL e compartilhá-la mesmo a quem não possa se logar na console da AWS, conseguindo deixar público, utilizando através do Amazon Cognito ou com simples e-mail e senha.

Amazon CloudWatch Synthetics – suporte ao monitoramento avançado e GUI Workflow Blueprints
O Amazon CloudWatch Synthetics, o serviço anunciou uma nova interface gráfica para gerenciar os workflows, além de apresentar métricas de suporte avançado e detalhado, trazendo a possibilidade de obter intervalos de testagem mais curtos.

Databases

RDS SQL Server – Suporta SQL Server Reporting Services (SSRS) para SQL Server 2016
O Amazon RDS para SQL Server anunciou suporte do SQL Server Reporting Services (SSRS) para a versão SQL Server 2016. Antes o SSRS era suportado somente na versão 2017.

RDS SQL Server – Suporte ao Native Backup/Restore nas Read Replicas
Outra novidade do Amazon RDS para SQL Server é a possibilidade de fazer um backup e restore baseado nas read replicas. Como isso caso seu setup não seja MultiAZ, você pode usar a read replica como fonte de backup.

AWS Glue – Data Catalog suporta PartitionIndex, para acelerar buscas no catálogo
O serviço de Data Catalog do AWS Glue possui um índice para acelerar e facilitar as buscas do catálogo da aplicação.

Aurora MySQL – Suporte Parallel Query for MySQL 5.7
O Amazon Aurora para MySQL anunciou suporte ao Parallel Query for MySQL 5.7, recurso que possibilita a criação de queries paralelas, de forma a ganhar performance. Para quem ainda não conhece o recurso, no link há uma demonstração que apresenta que com esse recurso, é possível ter ganhos de até 10x no retorno de uma query usando RDS Aurora MySQL.

ElasticSearch – Suporte a Audit Logs
O Amazon Elasticsearch anunciou suporte ao Audit Logs que permite registrar os dados de auditoria dos usuários. O recurso que já era disponível no Elasticsearch licenciado pela Elastic, agora foi disponibilizado para a Amazon Elasticsearch.

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!

E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!

Estruturando um sistema de rastreamento distribuído com AWS X-Ray

Nos últimos anos, as empresas de tecnologia têm pensado cada vez mais em como construir ou transformar suas aplicações utilizando a arquitetura de microsserviços. De forma geral, essa arquitetura tem como principal aspecto a divisão da carga de trabalho em pequenas partes de controle. Logo, quando pensamos em como fazer toda a rastreabilidade de uma estrutura, que com o passar do tempo, torna a ser mais complexa e distribuída. Precisamos levar em conta de que agora em diante teremos partes cada vez menores.
Abordando o monitoramento dessas arquiteturas, possuímos diversas soluções que podem atender os requisitos necessários de acompanhamento e rastreabilidade. Mas ao se tratar do ambiente de nuvem pública, utilizando Amazon Web Services (AWS) por exemplo, há o X-Ray. Esses serviços, tem como principal objetivo obter a visibilidade de desempenho dos aplicativos que estão sendo utilizados. Assim é possível entender a performance da arquitetura.

Fonte: https://d1.awsstatic.com/Products/product-name/Images/product-page-diagram_AWS-X-Ray_how-it-works.2922edd4bfe011e997dbf32fdf8bd520bcbc85fb.png

O X-Ray pode disponibilizar uma visualização sobre solicitações, conforme elas percorrem na workload. Assim criando um mapa dos elementos que pertencem ao aplicativo. Além de abranger simples serviços a aplicações complexas, sendo possível utilizar o X-Ray para analisar as aplicações de vários níveis, como podemos ver na imagem abaixo:

Fonte: https://docs.aws.amazon.com/xray/latest/devguide/aws-xray.html

Esse serviço implementa o rastreamento, adicionando um cabeçalho HTTP (com um ID exclusivo) para as requisições que ainda não possui e permanece encaminhando para as demais camadas do gerenciador de requisições.
Uma amostra significativa dos segmentos é conduzida ao X-Ray para então ser agrupado (grupos de segmentos que compartilham um ID em comum). Após processado, o console do X-Ray disponibiliza um mapa de serviços que representa visualmente a relação das aplicações entre si em sistemas simples de distribuição:

Fonte: https://docs.aws.amazon.com/xray/latest/devguide/aws-xray.html

Assim como em estruturas mais complexas, a estrutura possui mais camadas e pontos distribuídos com diversos micros serviços acoplados:

Fonte: https://docs.aws.amazon.com/xray/latest/devguide/xray-console.html

Exemplo

Para a implementação em linguagens, atualmente são discutidas as bibliotecas de auto instrumentação, não sendo necessárias alterações no uso dessas linguagens. Podemos encontrar diversos modelos de aplicações no github. Assim como fontes da documentações AWS que auxiliam na implementação da auto instrumentação em linguagens como .NET (IIS) e JAVA.
Ao configurar a instrumentação automática para rastreamento de um aplicativo .NET Framework simples em execução no IIS, usamos o novo instalador da aplicação. Depois de baixar, executar o instalador e redefinir o IIS, podemos usar a visualização de módulos a fim de verificar se um novo módulo de rastreamento foi adicionado. Como podemos visualizar na imagem abaixo:

Fonte:https://aws.amazon.com/pt/blogs/developer/a-new-more-simplified-setup-for-x-ray-tracing-of-net-applications/

Com essas configurações, já é possível iniciar o rastreamento deste aplicativo – sem alterações de código ou projeto.

Conclusão

Portanto, quando falamos em sistemas distribuídos, é preciso entender a dificuldade de rastrear dados e performance. Pensando nisso, é importante investir em soluções de rastreamento, e compreender que o X-Ray possibilita essa visualização. O que permite também apresentar um mapeamento macro da solução, facilitando a descoberta da causa do problema, além de possíveis gargalos.

Leia mais artigos técnicos em nosso blog!

Novidades da sema AWS 07 a 11 de setembro

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira as novidades das duas últimas semanas.

Governança e Segurança

Amazon Code Guru – Agora suporte Private Link
Assim como todas as semanas, a AWS anuncia ao suporte ao Private Link de algum serviço. Essa semana foi a vez do Amazon Code Guru, fazendo com que os usuários consigam iniciar chamadas API a partir de seu VPC não necessitando o uso de IPs públicos.

Amazon API Gateway HTTP – Suporte a Lambda e opções de autorizações IAM
A partir dessa semana, o Amazon API Gateway HTTP passa a oferecer suporte ao AWS Lambda e opções de autorizações IAM , ou seja, será permitido ‘chamar’ métodos de autenticação via Lambda ou utilizando as políticas do AWS IAM assim conseguindo controlar o acesso às suas APIs sem escrever código algum.

AWS Systems Manager – Agora suporta Update de Sistema Operacional em dois cliques
A novidade da semana do AWS Systems Manager é a possibilidade de atualizar os patches de compliance de seus programas e sistema operacional de forma simplificada e sem esperar pela próxima janela de manutenção.

Amazon EKS – Suporte a atribuição de Security Groups de EC2 para pods Kubernetes
Agora o Amazon EKS pode utilizar o Security Groups de EC2 para pod Kubernetes, assim podendo configurar individualmente, diferentes requisitos de segurança de rede no nível dos seus contêineres. O que facilita compliance da segurança da rede em clusters Kubernetes que em geral compartilham os mesmos hosts físicos EC2. Imagine que contêineres de backend agora podem ter acesso ao banco de dados, enquanto os contêineres de frontend, no mesmo host/node, não.

Amazon Cloud Watch – Embedded Metric Format para Java
O Embedded Metric Format é uma atualização original do Java que consiste em formatos personalizáveis de envios de métricas através do Cloud Watch. Agora ficou mais fácil instrumentar o uso de métricas (“gráficos”) no Cloudwatch em seu código Java.

Amazon Cloud Watch – monitoramento de métricas no Prometheus para ambientes em contêiner
Também a partir desta semana, no ECS, EKS, AWS Fargate e Kubernetes é possível utilizar o Amazon Cloudwatch para monitorar métricas do Prometheus. Com um comando, agora é permitido fazer o discovery de forma automática serviços para workloads em contêineres. O Prometheus é um projeto open source e está listado no CNCF (Cloud Native Compute Foundation).

Computing and Networking

AWS Launch Wizard – Suporte a SAP utilizando Linux Suse Enterprise 15 SP1 e 12 SP5
O AWS Launch Wizard anunciou que oferece suporte a SAP através da versão atualizada do Linux Suse Enterprise 15 SP1 e 12 SP5.

Amazon Lightsail – Agora oferece novos sistemas operacionais
O Amazon Lightsail, o serviço de VPS da AWS, agora suporta novos sistemas operacionais, como Amazon Linux, por exemplo.

Amazon EKS – Suporte a criação e gerenciamento de profiles Fargate utilizando o CloudFormation
Amazon Elastic Kubernetes Service (EKS) agora possibilita a criação e gerenciamento de profiles EKS Fargate usando AWS CloudFormation. Essa novidade auxilia a configuração de clusters EKS para utilizar o AWS Fargate em uma única etapa, bem como para adicionar suporte Fargate aos clusters EKS existentes gerenciados via CloudFormation.

AWS Elastic Beanstalk – Redução de custo com compartilhamentos no ALB
A partir dessa semana é possível associar um Application Load Balancer (ALB) existente para criar um ambiente AWS Elastic Beanstalk. Com essa novidade, é permitido o compartilhamento do ALB possibilitando que ele sirva de tráfego para múltiplas aplicações rodando no Elastic Beanstalk dentro de uma mesma VPC. Antes dessa funcionalidade, você precisava de ao menos um ALB para cada stack.

AWS Outposts – Agora suporta Application Loadbalancer
O Application Load Balancer (ALB) agora suporta o AWS Outposts. Outposts servidores físicos, que permitem a extensão do Cloud AWS para seu Datacenter onPremise. O Amazon Aplication Load Balancer agora pode ser usado no seu próprio datacenter.

AWS Workspaces – Suporte a redirecionamento entre regiões
Agora os usuários do AWS Workspaces possuem um endpoint intermediário que permite a mudança da localização de uma URL. Essa novidade auxilia na estratégia de um Disaster Recovery para o serviço entre Norte Virgínia e São Paulo por exemplo.

Database & Outros

Aurora for PostgreSQL – Patches 3.2.3/2.5.3/1.7.3 disponíveis
O Aurora for PostgreSQL lançou os patches 3.2.3/2.5.3/1.7.3 que trazem correções de estabilidade, confiabilidade e segurança. É importante validar se sua versão de cluster Aurora PostgreSQL não precisa ser atualizada. A atualização pode ser agendada para execução na janela de manutenção

RDS for PostgreSQL – Preview da Versão 13 em beta 3
Foi lançado um preview para usuários beta 3 da versão 13 do PostgreSQL para Amazon RDS. Essa versão traz aumento de performance, melhores funcionalidades e novas capacidades de segurança.

Amazon Redshift – Agora suporta 100.000 tabelas em um cluster único
O Amazon Redshift aumentou para 100.000 o número de tabelas em um cluster único. Não necessitando dividir tabelas entre os clusters ou armazená-las no Amazon S3, além de evitar o aumento do número de clusters mesmo com recurso disponível.

Amazon Redshift – Data API para Amazon Redshift
A AWS lançou o Data API para o Amazon Redshift. O anúncio facilita a construção de aplicações baseadas em web-services e a integração com serviços, como AWS Lambda, AWS AppSync, e AWS Cloud9, por exemplo. Além disso, ele simplifica o gerenciamento de dados a partir de linguagens suportadas com AWS SDK como Python, Go, Java, Node.js, PHP, Ruby e C++. Sim, agora não será mais preciso um client postgres, você pode fazer suas queries usando HTTP.

AWS AppSync – Simplificação na prototipação de queries do GraphQL
O AWS AppSync simplificou o teste de queries do GraphQL, o que facilita a criação, a prototipação e o teste de queries GraphQL diretamente no Console AppSync GraphQL da AWS.

Amazon MSK – agora oferece a nova versão 2.4.1.1
O Amazon MSK agora oferece a nova versão 2.4.1.1 para a correção de bugs do lançamento da versão 2.4.1 do Apache Kafka.

Integração e DevOps

AWS X-Ray – Ficou mais fácil usar X-Ray com Java (agente de auto instrumentação para Java)
O AWS X-Ray lançou o agente de auto instrumentação para Java. Ou seja, não mais é preciso instrumentar seu código para uso do X-Ray, você pode instalá-lo no nível de sua JVM. Agora a solução de rastreamento que instrumentaliza suas aplicações em Java com X-Ray tem o baixíssimo esforço de desenvolvimento.

AWS X-Ray – Insights baseados em detecção de anomalias
O AWS X-Ray lançou o preview do AWS X-Ray Insights, uma ferramenta que utiliza inteligência artificial para identificar de forma automática anomalias de uma aplicação. O X-Ray Insights detecta desvios de comportamento normal de sua aplicação para avisá-lo de possíveis falhas de operação ou deploy, por exemplo.

AWS SDK – Apresentação do Paginators para .NET v3.5
O AWS SDK apresentou o Paginators para .NET v3.5, com diversas atualizações da ferramenta.

Amazon Lex – Novo idioma suportado: Inglês australiano
O Amazon Lex agora oferece suporte a mais um idioma: o inglês australiano. O que traz uma experiência de conversação regionalizada para a utilização do serviço.

Amazon Kendra – Novo score de confiança para resultados mais relevantes nas perguntas de usuários
O Amazon Kendra é um serviço gerenciado de perguntas e respostas baseado em massa de dados, ele usa Machine Learning para responder corretamente perguntas em aplicações como chatbots, por exemplo. A novidade é um novo score de confiança que tem como objetivo melhorar a experiência de busca e exibição de resultados mais relevantes para as perguntas dos usuários, assim você pode usar esse score para definir qual, ou quais, resposta(s) apresentar.

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!

E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!

Novidade da Semana – 24/08 a 04/09

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira as novidades das duas últimas semanas.

Governança, Segurança e Network

Amazon EBS – Novo EBS Volume Type (io2) – 100x mais durabilidade e 10x mais IOPS/GiB
O Amazon EBS lançou a segunda versão de volumes com IOP Provisionado, o io2. Dentre suas novidades estão o aumento de durabilidade, de 99,99% para 99,999%, 100 vezes maior em comparação ao io1. Além do acréscimo de IOPS, sendo 10 vezes superior em relação à última versão.

AWS Firewall Manager – Suporte a Security Groups no ALB e no Classic LB
O AWS Firewall Manager, centralizador de configurações de Firewall em uma organização AWS, suporta agora Security Groups em Application Load Balancers and Classic Load Balancers, assim permitindo a configuração e auditoria centralizada em Security Groups associados a estes tipos de recursos, através de múltiplas contas de sua empresa.

AWS Cloud Trail: Cloud Trail Insights traz a correlação de usuários (IAM, user – agent, erros)
O AWS Cloud Trail Insights agora permite identificar desvios de perfil relacionado ao usuário. Ele analisa e rastreia as atividades incomuns que esse usuário realizou. O curioso é que essa função foi disponibilizada apenas na China.

AWS Textract – Suporte ao PrivateLink
A partir desta semana, o AWS Textract oferece suporte ao AWS PrivateLink que possibilita realizar a comunicação interna por meio de redes privadas sem a necessidade de passar por uma rede pública. Essa novidade tem sido aplicada a diversos serviços AWS para aumentar a segurança e atender normas e políticas internas ou externas.

AWS IoT Events – Diminuição de no mínimo 86% no custo do serviço
Toda semana a AWS anuncia a redução dos custos de seus serviços. Essa foi a vez dos eventos de IoT, que anunciou a economia de no mínimo 86%. Ajudando na utilização dos serviços pay-as-you-go que, dependendo da quantidade de eventos, pode ter um alto custo.

Cost & Usage Report – Disponível nova opção de granularidade mensal
Os relatórios de billing agora possuem granularidade mensal. Ou seja, é possível extrair arquivos mensais que inclui uma atualização diária dos dados consumidos e seus custos.

AWS WorkDocs – Suporte ao provisionamento automático de usuários
Agora será possível provisionar em massa usuários para o AWS WorkDocs, baseado em grupos e OUs do Active Director. Dessa forma fica mais fácil implementar o serviço de storage para usuário final da AWS.

Amazon CloudFront – Anúncio do Real Time Log
A AWS anunciou que, a partir desta semana, é possível realizar o streaming em tempo real dos logs do Amazon Cloud Front via Kinesis. Além disso será permitido gerenciar campos que podem ou não podem ser enviados. Essa mudança possibilita enviar logs do CloudFront para serviços como ElasticSearch, Splunk ou chamar webhooks de forma simples e sem nenhum tipo de transformação.

Redes e Conectividade

AWS Transit Gateway – Agora pode ser usado Prefix List para Gerenciamento de IPs<
O AWS Transit Gateway agora suporta Prefix Lists para um gerenciamento de IP de forma simples. O Prefix Lists permite criar listas de prefixos que podem ser facilmente aplicadas em todas as suas contas, assim garantindo mais segurança e maior organização em seu negócio.

Local Zone: Nova Local Zone em Los Angeles, na Califórnia (EUA)
A AWS lançou nessa semana uma segunda Local Zone em Los Angeles, na Califórnia. Agora é possível desenvolver aplicações nas duas Local Zones e assim ter mais disponibilidade e capilaridade. As Local Zones, diferente das Availability Zones (AZs) tem sua localidade conhecida, facilitando a garantia de baixa latência para usuários próximos aquela localidade.

AWS Transfer: Suporte e-mail como usuário
O AWS Transfer anunciou o suporte da utilização de endereços de e-mail no usuário, podendo ter mais caracteres como usuário e especiais, como @, por exemplo. Apesar de parecer uma mudança simples, é comum utilizar endereços de e-mail como identificador de usuários em FTP (ou SFTP ou FTPS). A partir dessa novidade, podemos usar o serviço AWS para transferir arquivos para o S3 via FTP, com compatibilidade com servidores de hospedagem legado.

AWS Site-to-Site VPN – Suporte a IKE Initiation
A AWS Site-to-Site VPN agora suporta a iniciação da Internet Key Exchange (IKE) nas conexões da sua VPN na AWS. Com essa funcionalidade, os endpoints da VPN mandarão uma mensagem initial IKE para seu Customer Gateway. No passado apenas iniciação a partir dos roteadores onPremise era possível.

AWS Route53 – Suporte Query Logging DNS no VPC
O AWS Route53 Resolver agora suporta Query Logging DNS. Ou seja, a partir dessa semana, é possível registrar as consultas DNS que tem origem nas suas VPCs. Essa funcionalidade, permite visualizar domínios que foram consultados, bem como saber a origem da pesquisa. Sendo excelente para controles, auditorias e troubleshooting.

Computação, Integrações e DevOps

AWS X-Ray – Controle Usando TAGs
O AWS X-Ray agora suporta o gerenciamento de grupos do serviço usando TAGs. Ou seja, é possível ‘bloquear’ grupos de determinadas TAGs, para que elas não sejam usadas, atualizadas ou deletadas.

AWS Appflow: Suporte de eventos de Apps, como Salesforce para diversos destinos
O AWS Appflow agora envia dados de eventos de aplicativos terceiros, como o Salesforce e Slack por exemplo, para o Amazon EventBridge, como forma de acionar outros serviços, caso necessário. O EventBridge é o serviço gerenciado para criação de arquiteturas orientada à eventos.

AWS Appflow: Lançado o SDK e mais funcionalidades API
O AWS Appflow lançou o serviço SDK e trouxe mais funcionalidades para o API. Possibilitando usar aplicações que se conectam com o Appflow, como o Salesforce e Slack, usando um API único.

Amazon EKS – Suporte ao Metadata Service v2 para instâncias EC2
O Amazon EKS, anunciou suporte com o Metadata Service v2 para instâncias EC2. Basicamente, esse serviço é a forma que o EC2 se comunica com a AWS, e o Amazon EKS agora se conecta com o IMDSv2. O Metadata Service v2 traz diversas melhorias, entre eles maior segurança nessa comunicação.

Amazon SNS – Suporte a biblioteca estendida e suporte 2GB
O Amazon SNS lançou uma biblioteca open source estendida, que permite publicar e entregar mensagens de até 2GB. Um grande aumento em relação ao passado que suportava mensagens de até 256KB. O serviço usa o S3 como intermediário, tanto para envio, como para leitura, para mensagens maiores que 256KB (limite do SNS).

AWS SDK – Suporte a .Net v3.5
O AWS SDK para .NET agora suporta toda a versão 3.5 do serviço tanto para o Core quanto para o Framework. Ou seja, todas as funcionalidades dessa versão estão disponível no SDK.

AWS SSM – Systems Manager Distributor suporta Dynatrace OneAgent
O AWS SSM agora oferece suporte ao Dynatrace OneAgent. Com essa novidade, será possível instalar o serviço diretamente no Systems Manager Distributor, sem ter a necessidade de criar ou manter quaisquer pacotes de software para uso do Agente do Dynatrace.

Amazon EC2 – Join automático EC2 Linux em Active Directory
A partir dessa semana é possível conectar automaticamente as novas instâncias da Amazon EC2 Linux com um domínio configurado com AWS Active Directory. No passado, essa função era permitida, porém era necessário realizar algumas configurações extras. Diferente das instâncias Windows que já tinha esse tipo de suporte automático.
Amazon EC2 Hibernation – Agora podemos hibernar instâncias M5a e R5a
A partir desta semana, é permitido hibernar as instancias M5a e R5a. De forma que abre a possibilidade de pausar e retomar dados que estão rodando na memória das instâncias das famílias AMD.

Amazon EC2 Spot – Agora podemos alterar o tipo da instancia em uma ‘fleet’ sem precisarmos refazê-la
Outra novidade é a do Amazon EC2 Spot. Que consiste na possibilidade de alteração do ‘fleet’ no spot do EC2, podendo modificar o tipo, a quantidade e o tamanho de máquinas para que fiquem compatíveis com seu custo. Antes era necessário refazer o ‘fleet’ para fazer esse tipo de alteração.

AWS AppMesh – Versão 1.11 do controller for Kubernetes
O controller do AWS App Mesh para Kubernetes permite configurar e gerir diretamente o serviço usando Kubernetes. E nessa semana foi anunciada a versão 1.11, que oferece algumas atualizações como configurar DNS TTL via Cloud Map.

Amazon Cloudwatch Logs – Novas funcionalidades Microsoft Visual Studio Code (load older)
O Amazon CloudWatch Logs lançou uma nova funcionalidade na qual é possível visualizar as 1000 linhas de log no Virtual Studio Code, além da opção de carregar dados mais antigos. Essa simples mudança traz agilidade e um menor consumo de Internet usando a extensão do Microsoft Visual Code para ver logs do Cloudwatch.

AWS Storage Gateway – Performance melhorada em 4x no File Gateway
O File Gateway anunciou o aumento da performance do serviço em 4 vezes. O serviço que acessa e armazena arquivos no Amazon S3 baseados em NFS ou SMB/CIFS, agora trabalha com uma capacidade de até 4 Gbps.

AWS Systems Manager – Suporte a todas as versões correntes do Ubuntu
O AWS Systems Manager agora suporta todas as versões correntes do Ubuntu. Essa novidade é extremamente positiva, uma vez que as novas versões do projeto Ubuntu já serão suportadas pelo Systems Manager.

Bottlerocket – Novo sistema Linux-based para utilizar containers
A AWS anunciou o uso da nova distribuição Linux Open Source, a Bottlerocket. A Bottlerocket, disponível no GitHub, é otimizada e feita para hospedar containers, prometendo melhor performance, com menor consumo de recurso.

Developer Tools, Database e Outros

Amazon DMS – Suporte ao MongoDB 4.0 como origem
O Amazon DMS agora suporta o MongoDB 4.0 como origem. Essa função vem encontro com a necessidade de converter seu MongoDB para S3, RDS, entre outros serviços. Agora é possível realizar via Amazon DMS.

Amazon RDS SQL Server – Suporte Trace Flag 692
O Amazon RDS para SQL Server agora tem suporte com o trace flag 692. A ativação deste serviço desabilita as inserções rápidas. Essa flag trás diversos ganhos quanto a performance e ao consumo de disco, mas prejudica o debug na hora de um troubleshooting. Como essa versão é habilitada por padrão a partir do SQL Server 2016, não era possível desabilitá-la.

Amazon RDS SQL Server – Nova versão CU5 para SQL Server 2019
O Amazon RDS para SQL Server também anunciou o suporte para a nova versão cumulativa CU5 para o SQL Server 2019. Essa é uma versão majoritária (como um Service Pack) e sua aplicação é opcional. Esse update traz diversas melhorias quanto a performance, novas funcionalidades e segurança.

AWS IoT Core – Expansão do método de autenticação
AWS IoT Core permite agora o uso do Custom Authentication para autenticar e autorizar mensagens de dispositivos IoT em conexões MQTT. Garantindo mais flexibilidade no uso do serviço.

Amazon Corretto – Suporta a Recursos da Release 15 do JDK
A Amazon mantêm um fork próprio do Java Developer Kit (JDK), o Corretto. O Correto agora oferece suporte aos recursos da release 15 do JDK na nova versão do Corretto 15 RC.

Amazon Lex – Capacidade de fazer testes expressos
A Amazon Lex, é um serviço para conversão de texto em voz e vice-versa (Text to Speech). O Lex usa Automatic Speech Recognition (ASR – Reconhecimento automático de fala) e Natural Language Understanding (NLU – Compreensão de linguagem natural). A novidade é que o Lex otimizou sua interface, possibilitando a realização de testes expressos de capacidade no AWS Management Console de forma a agilizar o processo de building do chatbot.

AWS Step Functions – Aumento no payload para 256KB (Antes eram 32.728 caracteres)
O AWS Step Functions anunciou o aumento no payload para 256KB. Ou seja, agora o serviço permite passar maiores payloads entre um ‘step’, por exemplo entre funções Lambda.

AWS AppStream – Versão 2.0 do AppStream habilita o recurso de editor de tags de Resource Groups
A versão 2.0 do AWS AppStream anunciou um novo recurso que possibilita adicionar, editar ou excluir TAGs em seus image builders dentro do Resource Groups, onde é possível gerenciar todas as TAGs. O Resource Groups já é amplamente utilizado com EC2 e tem suportado cada vez mais serviços.

Amazon RDS for Oracle – Suporte ao Patch de Release de Julho de 2020
O Amazon RDS for Oracle agora suporta os releases do Oracle que foram lançados em julho, trazendo consigo todas as atualizações desse novo Patch de forma automática. Essa é uma atualização opcional. A orientação é avaliar e validar em ambiente de teste/homologação para aplicar o quanto antes.

Amazon Aurora for PostgreSQL – Suporte a extensão rdkit
O Amazon Aurora agora suporta a extensão rdkit para o PostgreSQL. Essa extensão trata do armazenamento e tratamento de dados químicos, similar o que a extensão postgiz faz com dados de GeoLocalização. Agora é possível fazer consultas baseadas em dados químicos usando Aurora for PostgreSQL.

Amazon EMR – Agora permite orquestrar os notebooks do EMR sem necessidade da interface
O Amazon EMR permite orquestrar notebooks sem o uso da interface. Ou seja, é possível utilizar o serviço diretamente no notebook não havendo a necessidade de usar sua interface para execução dos Jobs. Assim você usa o Jupiter Notebook para modelar e criar seus processamentos, mas pode agendá-los para serem executados sem interface gráfica usando Airflow ou Step Functions por exemplo.

Amazon Workspaces – Edição de TAGs em Resource Groups
Assim como o AWS AppStream, no Amazon Workspaces agora também permite editar TAGs no Resource Groups.

Amazon Workspaces – Agora oferece um bundle para MS Office com BYOL
O Amazon Workspaces também anunciou a criação de um bundle para trazer suas licenças do Microsoft Office (BYOL – Bring Your Own License) para o serviço. Agora você pode usar sua própria licença do Microsoft Office no serviço de VDI da AWS sem a necessidade de criar seus próprio bundles.

Treinamento – Amazon Managed Blockchain: 60 minutos, gratuito
A AWS disponibilizou um treinamento sobre Blockchain gerenciado dentro da AWS, o treinamento é gratuito e de curta duração.

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!
E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!

Novidades-da-semana-17-a-21-de-agosto

Novidades da semana da AWS 17 a 21 de agosto

Todos os dias a AWS lança uma série novidades e atualizações em seus produtos que visam melhorar a vida de seus usuários. Reunimos algumas delas que fazem mais sentido para nosso mercado e que certamente aplicaremos em nosso dia a dia. Confira!

Segurança e Governança

AWS Systems Manager OpsCenter: Agora possuí Gráficos do CloudWatch e simplifica remediações

O OpsCenter do Systems Manager centraliza anomalias e incidentes em infraestrutura. Agora ele suporta gráficos, além de simplificar runbooks de remediação de incidentes.

AWS License Manager: Agora é possível forçar licenças em EC2 Dedicated Hosts

O AWS License manager é uma ferramenta para gerenciar as licenças de software em uso. Com ele agora é possível forçar o uso de licenças em servidores dedicado, dessa é possível travar o uso de licenças por determinado periodo de tempo, o que facilita e evita equívocos.

AWS Transfer: Familia Transfer tem homologação de segurança FIPS 140-2

Assim como diversos outros serviços, o AWS Transfer agora é homologado FIPS-120. O AWS Transfer permite expor um bucket S3 via serviço FTP, FTPS e SFTP.

AWS ACM: Permite compartilhar CA Privada entre Contas

O AWS ACM agora permite usar o RAM (Resources Access Manager) para compartilhar CA (Certificate Authority) entre contas de uma Organização.

Networking

AWS Site-to-Site VPN: Suporte para novos parâmetros de Encriptação

O AWS Site-to-site agora oferece suporte a novos parâmetros de Encriptação, Integridade e DH Groups, muito importante para adequação com “appliances” e políticas de segurança.
Encryption: AES128-GCM-16, AES256-GCM-16.
Integrity: SHA2-384, SHA2-512.
Diffie-Hellman groups: 19, 20, 21.

AWS Site-to-Site VPN: agora oferece Suporte IPv6

O serviço também anunciou Suporte a IPv6. Essa é uma novidade importante, principalmente por vir na mesma semana que o Lacnic anunciou o uso do último bloco IPv4 disponível.

AWS SES: Bulk Import/Export Suppression List

O Serviço de e-mails transacionais da AWS, o SES, permite criar uma lista de e-mails para evitar o envio manual (usado para e-mails sabidamente com falhas). Agora é possível fazer o cadastro e remoção via listas, antes era permitindo apenas e-mail por e-mail.

Computing e Storage

AWS FSx: Agora disponível em São Paulo

Como já era esperado, o serviço de servidor de arquivos Windows (CIFS/SMB) gerenciado da AWS agora está disponível no Brasil.

Amazon API Gateway: Integração com 6 novos serviços AWS (SQS e Kinesis)

O Amazon API Gateway agora pode ser integrado com EventBridge, AppConfig, Step Functions, Kinesis e SQS. Ou seja, agora é possível enviar requisições HTTP direto para uma fila SQS sem a necessidade de processamentos via EC2 ou Lambda, por exemplo.

Storage Gateway: Novas funcionalidades de proteção (WORM e Retention Lock)

O Storage Gateway VTL (Virtual Tape Library) agora suporta Write-Once-Read-Many (WORM) e Retention Lock. Essas novas funcionalidades permitem a adequação com mais de políticas de segurança internas e externas para backup no AWS Glacier.

AWS ELB: ALB e Classic ELB suporte Nova técnica de mitigação de Ataque “Desync Mitigation Mode”

Os serviços ELB e ALB agora suportam Desync Mitigation Mode , que identificam e classificam a técnica que se aproveita da diferença entre RFCs 1945, 2068, 2616 e 7230 para atacar aplicações HTTP. Antes era necessário mitigar na aplicação, pode ser detectado ou bloqueado no Classic ELB ou no ALB.

Amazon AppStream 2.0: Novo suporte à Experiência Nativa de Desktop

Agora com AppStream 2.0, é possível ter acesso do desktop completo via aplicação web. É como um acesso via Remote Desktop via browser. Até hoje, esse acesso era permitido somente a programas específicos, agora a interface gráfica completa está disponível.

Integrações DevOps

AWS EKS: Anúncio do ACK, Amazon Controller for Kubernetes que permite controlar recursos AWS via Kubernetes

O novo Amazon Controller for Kubernetes permite criar e gerenciar serviços como S3, SQS e SNS via Kubernetes. Dessa forma se torna possível estender a Infraestrutura como Código (IaC) do EKS para outros recursos AWS de forma nativa.

AWS EKS: Node Groups suporta “Launch Template” e AMIs Customizadas

Os Node Gruops, grupos de servidores gerenciados por clusters Kubernetes, agora podem usar Imagens customizadas e Launch Templates.

AWS EKS Fargate: Suporte EFS

Agora é possível usar o servidor de arquivos NFS gerenciado da AWS no Fargate, com EKS. Essa funcionalidade permite levar muito mais serviços para containers Fargate (sem servidor), já que aplicações que permitem persistência de arquivos passam a ser suportadas.

AWS Cloud9 – Suporte Avançado VPC (Acesso Privado)

O AWS Cloud9, ambiente de desenvolvimento integrado (IDE) cloud-based, agora se integra de forma simples com a VPC, permitindo entre outras coisas evitar a exposição de SSH de forma pública.

AWS Copilot CLI: Suporte configurações de VPC e build com Dockerfile

O AWS Copilot permite enviar sua aplicação diretamente para o Fargate com ECS, o desenvolvedor cria a estrutura de forma simples através de sua CLI. A versão 0.3 do Copilot CLI permite personalizar parametros de VPC e passar argumentos de build no Dockerfile.

ML, IA e Outros

Amazon Transcribe: Identificação de “Dono da Voz”

O Amazon Transcribe, serviço que converte voz em texto, agora detecta o “interlocutor”. Dessa forma o serviço consegue identificar até 10 personagens em um video de streaming, por exemplo.
https://aws.amazon.com/about-aws/whats-new/2020/08/amazon-transcribe-supports-speaker-labeling-streaming-transcription/

Amazon Chime: Nova funcionalidade, Voice Focus para supressão de ruído

Agora no Chime é possível habilitar a supressão de ruídos, para evitar que sons externos atrapalhem sua reunião.

Amazon IVS: Suporte a autenticação clientes (playback)

O IVS permite agora fazer streaming privado com autenticação dos clientes, isso garante o uso do novo serviço para streaming em areas logadas.

Amazon Personalize: Tem recomendações até 50% mais rapido

O Personalize ajuda fazer correlações e recomendações de ofertas para uso em sua ferramenta de e-commerce, por exemplo. A eficiência do Personalize traz inovações que podem otimizar essas recomendações em 50%.

Amazon Textract: Otimização na extração de texto em tabelas (HighIQ/RPA/CSV)

Agora a extração de texto em imagens do Amazon Textract converte tabelas em CSV, contando com o provider HighIQ, excelente para uso com RPA (Robotics Process Automation).

Amazon ECS: Suporta a instâncias inf1, otimizada para Machine Learning

As novas AMIs inf1, otimizadas para inferência são suportadas para criação de containers usando o orquestrador da AWS, o ECS.

Amazon Comprehend: Suporta 5 novas línguas, entre elas português

O serviço que usa Machine Learning que analisa documentos de texto para extrair insights (sentimentos, entidades e tipicos), agora suporta os idiomas francês, alemão, italiano, espanhol e português.

Quer saber as novidades da AWS das últimas semanas? Leia nosso blog!
E acompanhe toda sexta-feira em nosso canal do Youtube nossa live sobre as Novidades da Semana.

Até semana que vem!