+55 11 3995-6919 / +55 11 3900-1010

Ferramentas de Produtividade para Home Office

Ferramentas de produtividade para home office

O trabalho remoto se tornou a alternativa para muitas empresas diante da crise do novo coronavírus (COVID-19). Além dos benefícios de maior flexibilidade, ganho no tempo perdido no transporte, existem algumas ferramentas que auxiliam e otimizam sua produtividade nessa modalidade de trabalho que vem crescendo a cada dia. O blog Darede selecionou alguns aplicativos que vão desde gerenciamento de tarefas até ferramentas de videoconferência que permitem realizar reuniões de onde você estiver.

  • Zoom
    Essa é uma das ferramentas mais completas quando se busca se comunicar por meio da internet. No Zoom é possível realizar reuniões com até 1000 participantes, promover webnars, construir salas de conferência, entre outros benefícios. Sua versão gratuita oferece reuniões em grupo de até 40 minutos. Os planos pagos começam a partir de US$ 15. https://zoom.us/
  • Trello
    O Trello é a mais popular plataforma de gerenciamento e organizações de tarefas. Nele o usuário é capaz de gerenciar a realização de um projeto passando por todas as suas fases. O trello tem a capacidade de integrar os aplicativos que sua equipe já utiliza e sincronizar com qualquer dispositivo, uma vez que detém aplicativos para android e iOS. O plano gratuito é bem completo podendo colocar quantos projetos quiser. Mas para quem preferir a modalidade paga, os planos começam a partir de US$ 10. https://trello.com/
  • Microsoft Teams
    Se o Whatsapp se popularizou por ser um aplicativo de uso pessoal, o Microsoft Teams vem ganhando bastante espaço quando se busca um aplicativo de comunicação voltado para empresas. Só na primeira semana do aumento de trabalhos remotos no país, a utilização da plataforma cresceu 37%. Um dos benefícios é a integração com serviços da Microsoft como Outlook, Office 365, entre outros. O plano gratuito é bem completo, e o hub está incluído no pacote pago Office Home & Business. https://teams.microsoft.com/
  • Rescue Time
    O trabalho remoto oferece muitas distrações, e muitas delas estão na internet. O Rescue Time é executado em segundo plano e você pode bloquear momentaneamente alguns sites que prejudicam sua produtividade em horário de trabalho. Na versão gratuita, é possível traçar metas, definir alertas para o desperdício de tempo e integrar diversos dispositivos. O plano pago começa a partir de US$ 6, trazendo uma experiência completa da plataforma. https://www.rescuetime.com/
  • Redação Darede
    Equipe de comunicação e marketing formada por profissionais especializados em tecnologia.
    marketing@darede.com.br

    6 Serviços de Cloud para Home Office

    6 serviços de cloud para home office

    Em tempos de quarentena, o home office se popularizou de forma acelerada em todo o mundo. E por conta disso, manter arquivos em segurança e facilmente acessíveis se tornou algo extremamente importante a todas as empresas que adotaram essa modalidade de trabalho remoto. E é aí que entra os serviços de armazenamento em nuvem, e acredite, muitos deles são gratuitos! Por isso, o blog Darede, separou os principais serviços disponíveis no mercado para que você encontre o mais adequado para seu negócio.
    OneDrive
    O serviço da Microsoft tem um diferencial, ele vem junto com o Office 365 e oferece 5 GB de espaço gratuito. Mas para quem precisar de mais espaço de armazenamento existem planos de assinatura a partir de R$ 9 por mês. https://onedrive.live.com/
    Google Drive
    O serviço de armazenamento em nuvem da Google oferece também aplicativos de documentos, planilhas e apresentações, além de disponibilizar para seus usuários 15 GB gratuitos. Os planos de expansão de armazenamento, chamado Google One, começa com o valor de R$ 7 por mês tendo capacidade máxima desde 100 GB até 2 TB. https://www.google.com/drive/
    Dropbox
    Talvez este serviço foi um dos primeiros a se popularizar pela web. Apesar de perder espaço para os serviços da Microsoft e Google, o Dropbox ainda é uma opção viável para quem busca segurança em seus arquivos em cloud. Apesar de oferecer apenas 2 GB gratuitos, a empresa disponibiliza um plano que oferece armazenamento ilimitado para clientes empresariais. Os planos do Dropbox começam a partir de US$ 10 por mês. https://www.dropbox.com/
    iCloud
    O serviço de armazenamento da Apple tem foco apenas para as pessoas que utilizam dispositivos iOS, mas se engana que esta limitação possa atrapalhar sua experiência. De início, o usuário recebe 5 GB gratuitamente, mas os planos de expansão de armazenamento começam com valores abaixo de seus concorrentes, a partir de R$ 3,50 é possível aumentar sua capacidade. https://www.icloud.com/
    Mega
    Com toda certeza este é o serviço que disponibiliza o maior espaço de armazenamento gratuito para seus usuários. São 50 GB livres para armazenar documentos, imagens, vídeos e qualquer outro arquivo no cloud. As ofertas disponíveis para os planos pagos também não economizam nos espaços oferecidos. A partir de R$ 27 por mês você poderá ter no mínimo 400 GB de espaço de armazenamento! https://mega.nz/
    AWS S3
    Um dos serviços mais populares da Amazon tem o foco em empresas e traz alguns diferenciais. Como alguns concorrentes, o cliente recebe 5 GB gratuitos, mas a empresa oferece diversas modalidades de planos pagos que cobram por espaço armazenado no mês, ou seja, o cliente não é cobrado por um valor fixo, ele paga o que consumir. Além do auxílio do aplicativo Cloudberry no qual é possível realizar backups na nuvem e compartilhar arquivos via HTTP.

    E qual é o melhor?
    Há muitas variáveis a se considerar, o espaço de armazenamento oferecido, benefícios, diferenciais, segurança, até o valor dos planos de cada um. O importante é realizar uma pesquisa minuciosa de cada um e decidir qual se adapta melhor ao seu negócio.

    Redação Darede
    Equipe de comunicação e marketing formada por profissionais especializados em tecnologia.
    marketing@darede.com.br

    5 Dicas para Home Office

    Após a Organização Mundial da Saúde (OMS) transformar o coronavírus (COVID-19) em uma pandemia, e o avanço dos casos confirmados em nosso país, muitas empresas estão orientando seus colaboradores a realizar o home office, ou seja, trabalhar de casa. Esta modalidade pode ser um desafio para muitas pessoas pois requer disciplina para manter a concentração e produtividade. Diante disso o blog Darede selecionou algumas dicas para que o home office não se torne uma experiência problemática tanto para o colaborador quanto para a empresa:

    1- Mantenha a rotina
    Apesar de estar em casa, sua rotina de trabalho não deve ser alterada. Então acorde, tome café da manhã e se vista como fosse trabalhar. Isso ajuda seu cérebro a entender que é hora de trabalho e não de lazer. Além disso é essencial para aqueles que terão que fazer reuniões online.

    2- Continue com os horários de forma rígida
    Você irá poupar o tempo de deslocamento e trânsito. E isso é positivo. Mas seus horários deverão continuar rígidos. Você entra as 9h no trabalho? Esteja em frente ao computador as 9h. Tem uma hora de almoço? Siga seu horário normalmente até o fim do expediente, assim como aconteceria se você estivesse no trabalho.

    3- Utilize um local adequado
    Trabalhar em cima da sua cama ou sentado no sofá da sua sala talvez não seja a ideia mais produtiva. Procure um lugar tranquilo, bem iluminado onde não há distrações, e que tenha uma mesa com uma cadeira confortável. Sempre comunique seus parentes ou pessoas que moram contigo que você está em horário de trabalho e não pode ser interrompido a não ser em emergências.

    4- Internet
    Nada é mais frustrante do que a internet falhar no meio do expediente. Então cheque com antecedência a qualidade e comunique imediatamente seu gestor em caso de problemas na rede.

    5- Comunicação, comunicação, comunicação!
    Esteja sempre em contato com seus colegas, seja via e-mails ou aplicativos de computador e celular, como o Whatsapp por exemplo. Assim serão evitadas falhas de comunicação que podem criar problemas no andamento de processos, assim tornando o home office um vilão da sua empresa.

    O importante aqui é fazer esta transição de uma forma tranquila e transparente a fim de evitar problemas e falta de produtividade. Sempre avise seu gestor em caso de quaisquer contratempos.

    06 tendências promissoras do Cloud Computing para 2019.

    Na Era dos Dados, o Cloud Computing tem tudo para continuar crescendo!

    De acordo com a empresa de consultoria Gartner, é esperado que o mercado de serviços em nuvem cresça 17,3% neste ano, movimentando mais de 200 bilhões de dólares.

    Confira 06 tendências de cloud computing para 2019:

    – Expansão dos investimentos das empresas: serão necessários cada vez mais recursos para a manutenção da rede e para a atualização dos aplicativos de modo que se possa acompanhar a evolução do cloud computing.

    – Uso de plataformas de inteligência artificial para processar grande quantidade de dados. Com a automação, os custos dos processos diminuem.

    – Amadurecimento do uso de contêineres de aplicação, que são regiões isoladas da máquina hospedeira, facilitando a organização de dados dentro da nuvem.

    – Maior segurança de informações, com novos padrões de privacidade e proteção de dados.

    – Aumento das nuvens híbridas: fazer a transição completa para a nuvem ainda é desafiador para muitas empresas, que estão optando por modelos híbridos para aproveitar o melhor de cada serviço.

    – Crescimento de software como serviço (SaaS), o que permite pagar somente pelo uso, sendo uma opção mais acessível para pequenas e médias empresas.

    Venha conversar conosco e descubra a solução em nuvem ideal para você!

    Equipe Darede!

    ERROS MAIS COMUNS DE EMAIL

    O objetivo desse artigo não é detalhar os erros de email do lado da infraestrutura, mas tentar focar nos erros mais comuns de emails do lado do usuário. E alguns desses podem ser resolvidos pelo próprio usuário, sem a ajuda de um técnico. Olhem as dicas abaixo:

    • Ao enviar email para algum destinatário, uma mensagem de erro é retornada. Sempre leia a mensagem de erro, pois no geral, ela é autoexplicativa. Mesmo assim, abaixo alguns erros mais comuns.

    • Verifique a grafia do email digitado. Em muitos casos, uma letra é colocada erroneamente, tanto para mais, quanto para menos. Isso pode ser o suficiente para o email não ser entregue ao destinatário. Observe o caso abaixo. O destinatario deveria ser fulanon@teste.com.br. Mas repare que o email foi digitado com “M”, ao invés de “N”.

    • Outro problema comum é você enviar anexos no seu email, com uma quantidade maior do que o provedor de emails do destinatário suporta. Por exemplo, sua empresa pode permitir que você envie até 50MB em anexos, mas o destinatário só recebe até 30MB. Neste caso seria interessante você dividir o email em duas ou mais partes, ou utilizar uma ferramenta que compartilha um link que o destinatário pode acessar e baixar os arquivos, tal como o OneDrive ou Google Drive.

    • Os emails que te enviam não aparecem na sua caixa de entrada.

    • Verifique se a sua caixa de email está cheia. Para verificar essa opção você pode pedir ajuda para o seu departamento de TI, pois esse local pode mudar de provedor para provedor. Mas se você tiver atingido o máximo de sua caixa de email, você não receberá nenhum email, assim também como ficará impedido de enviar, em alguns casos.
    • Se você utiliza o Microsoft Outlook, você pode tentar fechar e abrir o aplicativo novamente, pois em alguns casos, o software trava, e deixa de sincronizar os emails com o provedor.
    • Verifique sempre a sua caixa de SPAM (Lixo Eletrônico). Muitas vezes, emails que foram categorizados como SPAM são movidos para essa pasta, e não aparecem em sua caixa de entrada.
    • Verifique também se você não possui alguma regra criada em seu cliente de email, que move emails de determinados domínios para outra pasta.

    • Os emails que você envia, não são recebidos por alguns usuários.

    Neste caso, o que pode ocorrer é que o seu servidor tenha caído em uma “Blacklist”. Para tentar mitigar os problemas com SPAMs, muitos servidores consultam essa lista pública, e caso seu servidor esteja categorizado nessa lista, ele irá recusar os seus emails. Neste caso, peça ajuda para o seu departamento de TI.


    Anderson Vila Nova
    Consultor de Infraestrutura
    anderson.vilanova@darede.com.br

    Possui experiência com produtos de infraestrutura Microsoft. Trabalha atualmente com plataformas open source para firewall e monitoramento, e infraestrutura em nuvem.

    Parte 2: O que você precisa, Office 365 ou Exchange Server?

    Levantamos os custos de cada um dos itens envolvidos em uma solução de Exchange Server e montamos uma planilha que pode ser baixada sem custo aqui. Dessa forma conseguimos uma estimativa do custo inicial (lembrando que o ideal é trabalhar com depreciação total em 36 meses) de ambas as soluções conforme imagem abaixo:

    Assim conseguimos comparar os planos para pequenas e médias empresas (Business) onde chegamos ao comparativo abaixo, como esses planos são limitados a 300 contas, limitamos dessa forma:

    Para fazer o comparativo acima, dividimos o investimento inicial por 36 (número de meses até a necessidade de troca dos equipamentos e licenças).

    Agora para planos Enterprise (E1,E3 e E5) não há limite de contas, caso você não precise do pacote Office Offline, temos o ponto de encontro próximo há 300 contas. Coincidência, não?

    Agora se você precisa do pacote Office Offline temos duas opções:
    • Exchange Server + Pacote Office (em nosso exemplo usamos o standard)
    • Office 365 Business ou >E3

    Assim fizemos uma comparativo para essas opções, com o valor do Office Standard mentalizado (valor dividido por 36 meses) lembrando que o Business Essentials permite apenas 300 contas:

    Considerações
    Não consideramos custo com backup para solução com Exchange Server por entender que uma possível contingência e o de recursos do próprio Exchange Server (como archive e journaling) se equiparam a funcionalidades do Office 365.
    O valor com Microsoft Windows foi considerado no valor do servidor.

    Conclusão
    Dessa forma, conseguimos chegar às seguinte conclusões:
    • Do ponto de vista de funcionalidades, ambas as soluções possuem suas vantagens e desvantagens;
    • Os custos iniciais com Exchange Server são sempre muito elevados;
    • Para empresas com poucos usuários, o uso de Exchange não possuí um bom custo vs benefício;
    • Os planos Business do Office 365 se mostram sempre com melhor custo que as soluções com Exchange Server.


    Flávio Rescia
    Gerente de Operações
    flavio.rescia@darede.com.br

    Sócio Fundador Darede, graduado em Redes de Computador e Sistemas de Informação, ministra aulas de Redes de Computador no SENAI e possuí vasta experiência com provedores de Internet, tecnologia para mercado financeiro e Cloud Computing.

    Minha rede não para de crescer, como gerenciar tudo isso?

    Todo bom Administrador de Redes sabe que, manter um ambiente atualizado, utilizando tecnologias de ponta, não é uma tarefa fácil. Mas como gerenciar tudo isso e não ficar para trás?
    Você já ouviu falar do termo “revolução de reskilling”? Esse termo é cada vez mais frequente, acostume-se com ele, simplesmente é a necessidade de atualizar suas habilidades em que você atua. Pois bem, em redes de computadores isso não é diferente, quando falamos em tecnologia, algo que está a cada dia sendo atualizado, nós devemos acompanhar tudo isso, para podermos oferecer aos nossos clientes um ambiente cada vez mais disponível, seguro e com o menor custo benefício possível.

    E quando o ambiente começa a crescer, qual o melhor caminho a seguir?

    Algo que tem crescido muito no mercado atual, é a utilização da cloud computing (Computação em Nuvem), nada mais é que, um ambiente completo com servidores 99,99% disponíveis em algum Data Center no mundo, e para ter acesso, você precisar apenas do acesso à internet.

    Imagine a seguinte situação…

    Você possui um escritório fisicamente pequeno, mas o seu negócio está crescendo mais rápido do que o esperado. Qual seria a melhor opção? Mudar para um espaço maior?
    Com o uso dessa nova tecnologia presente no mercado, você pode oferecer aos seus funcionários a comodidade de poder trabalhar home office. Mas isso é seguro? Uma das formas mais seguras para resolver isso, é utilizando uma VPN, onde de qualquer lugar, através de meios de autenticação, é possível se conectar ao ambiente.
    Partindo para o lado de utilização da cloud, é possível economizarmos com energia, vida útil dos seus equipamentos e o melhor de tudo, você paga apenas pelo o que usar.

    Quer saber mais sobre a utilização da cloud?
    Entre em contato conosco: contato@darede.com.br


    Wesley Soares
    Supervisor de Service Desk
    wesley.soares@darede.com.br

    Supervisor de Service Desk, e tecnólogo em Redes de Computadores pela Faculdade Impacta.