+55 11 3995-6919 / +55 11 3900-1010

ERROS MAIS COMUNS DE EMAIL

O objetivo desse artigo não é detalhar os erros de email do lado da infraestrutura, mas tentar focar nos erros mais comuns de emails do lado do usuário. E alguns desses podem ser resolvidos pelo próprio usuário, sem a ajuda de um técnico. Olhem as dicas abaixo:

• Ao enviar email para algum destinatário, uma mensagem de erro é retornada. Sempre leia a mensagem de erro, pois no geral, ela é autoexplicativa. Mesmo assim, abaixo alguns erros mais comuns.

• Verifique a grafia do email digitado. Em muitos casos, uma letra é colocada erroneamente, tanto para mais, quanto para menos. Isso pode ser o suficiente para o email não ser entregue ao destinatário. Observe o caso abaixo. O destinatario deveria ser fulanon@teste.com.br. Mas repare que o email foi digitado com “M”, ao invés de “N”.

• Outro problema comum é você enviar anexos no seu email, com uma quantidade maior do que o provedor de emails do destinatário suporta. Por exemplo, sua empresa pode permitir que você envie até 50MB em anexos, mas o destinatário só recebe até 30MB. Neste caso seria interessante você dividir o email em duas ou mais partes, ou utilizar uma ferramenta que compartilha um link que o destinatário pode acessar e baixar os arquivos, tal como o OneDrive ou Google Drive.

• Os emails que te enviam não aparecem na sua caixa de entrada.

• Verifique se a sua caixa de email está cheia. Para verificar essa opção você pode pedir ajuda para o seu departamento de TI, pois esse local pode mudar de provedor para provedor. Mas se você tiver atingido o máximo de sua caixa de email, você não receberá nenhum email, assim também como ficará impedido de enviar, em alguns casos.
• Se você utiliza o Microsoft Outlook, você pode tentar fechar e abrir o aplicativo novamente, pois em alguns casos, o software trava, e deixa de sincronizar os emails com o provedor.
• Verifique sempre a sua caixa de SPAM (Lixo Eletrônico). Muitas vezes, emails que foram categorizados como SPAM são movidos para essa pasta, e não aparecem em sua caixa de entrada.
• Verifique também se você não possui alguma regra criada em seu cliente de email, que move emails de determinados domínios para outra pasta.

• Os emails que você envia, não são recebidos por alguns usuários.

Neste caso, o que pode ocorrer é que o seu servidor tenha caído em uma “Blacklist”. Para tentar mitigar os problemas com SPAMs, muitos servidores consultam essa lista pública, e caso seu servidor esteja categorizado nessa lista, ele irá recusar os seus emails. Neste caso, peça ajuda para o seu departamento de TI.


Anderson Vila Nova
Consultor de Infraestrutura
anderson.vilanova@darede.com.br

Possui experiência com produtos de infraestrutura Microsoft. Trabalha atualmente com plataformas open source para firewall e monitoramento, e infraestrutura em nuvem.

Parte 2: O que você precisa, Office 365 ou Exchange Server?

Levantamos os custos de cada um dos itens envolvidos em uma solução de Exchange Server e montamos uma planilha que pode ser baixada sem custo aqui. Dessa forma conseguimos uma estimativa do custo inicial (lembrando que o ideal é trabalhar com depreciação total em 36 meses) de ambas as soluções conforme imagem abaixo:

Assim conseguimos comparar os planos para pequenas e médias empresas (Business) onde chegamos ao comparativo abaixo, como esses planos são limitados a 300 contas, limitamos dessa forma:

Para fazer o comparativo acima, dividimos o investimento inicial por 36 (número de meses até a necessidade de troca dos equipamentos e licenças).

Agora para planos Enterprise (E1,E3 e E5) não há limite de contas, caso você não precise do pacote Office Offline, temos o ponto de encontro próximo há 300 contas. Coincidência, não?

Agora se você precisa do pacote Office Offline temos duas opções:
• Exchange Server + Pacote Office (em nosso exemplo usamos o standard)
• Office 365 Business ou >E3

Assim fizemos uma comparativo para essas opções, com o valor do Office Standard mentalizado (valor dividido por 36 meses) lembrando que o Business Essentials permite apenas 300 contas:

Considerações
Não consideramos custo com backup para solução com Exchange Server por entender que uma possível contingência e o de recursos do próprio Exchange Server (como archive e journaling) se equiparam a funcionalidades do Office 365.
O valor com Microsoft Windows foi considerado no valor do servidor.

Conclusão
Dessa forma, conseguimos chegar às seguinte conclusões:
• Do ponto de vista de funcionalidades, ambas as soluções possuem suas vantagens e desvantagens;
• Os custos iniciais com Exchange Server são sempre muito elevados;
• Para empresas com poucos usuários, o uso de Exchange não possuí um bom custo vs benefício;
• Os planos Business do Office 365 se mostram sempre com melhor custo que as soluções com Exchange Server.


Flávio Rescia
Gerente de Operações
flavio.rescia@darede.com.br

Sócio Fundador Darede, graduado em Redes de Computador e Sistemas de Informação, ministra aulas de Redes de Computador no SENAI e possuí vasta experiência com provedores de Internet, tecnologia para mercado financeiro e Cloud Computing.

Minha rede não para de crescer, como gerenciar tudo isso?

Todo bom Administrador de Redes sabe que, manter um ambiente atualizado, utilizando tecnologias de ponta, não é uma tarefa fácil. Mas como gerenciar tudo isso e não ficar para trás?
Você já ouviu falar do termo “revolução de reskilling”? Esse termo é cada vez mais frequente, acostume-se com ele, simplesmente é a necessidade de atualizar suas habilidades em que você atua. Pois bem, em redes de computadores isso não é diferente, quando falamos em tecnologia, algo que está a cada dia sendo atualizado, nós devemos acompanhar tudo isso, para podermos oferecer aos nossos clientes um ambiente cada vez mais disponível, seguro e com o menor custo benefício possível.

E quando o ambiente começa a crescer, qual o melhor caminho a seguir?

Algo que tem crescido muito no mercado atual, é a utilização da cloud computing (Computação em Nuvem), nada mais é que, um ambiente completo com servidores 99,99% disponíveis em algum Data Center no mundo, e para ter acesso, você precisar apenas do acesso à internet.

Imagine a seguinte situação…

Você possui um escritório fisicamente pequeno, mas o seu negócio está crescendo mais rápido do que o esperado. Qual seria a melhor opção? Mudar para um espaço maior?
Com o uso dessa nova tecnologia presente no mercado, você pode oferecer aos seus funcionários a comodidade de poder trabalhar home office. Mas isso é seguro? Uma das formas mais seguras para resolver isso, é utilizando uma VPN, onde de qualquer lugar, através de meios de autenticação, é possível se conectar ao ambiente.
Partindo para o lado de utilização da cloud, é possível economizarmos com energia, vida útil dos seus equipamentos e o melhor de tudo, você paga apenas pelo o que usar.

Quer saber mais sobre a utilização da cloud?
Entre em contato conosco: contato@darede.com.br


Wesley Soares
Supervisor de Service Desk
wesley.soares@darede.com.br

Supervisor de Service Desk, e tecnólogo em Redes de Computadores pela Faculdade Impacta.