2020 foi um ano muito importante para o setor bancário brasileiro. Dois sistemas que prometem mudar a forma de como nos relacionamos com os serviços bancários foram oferecidos. O primeiro é o PIX, a tecnologia de pagamentos instantâneos, que entrou em vigor no mês de novembro. E o Open Banking em que suas regras de funcionamento foram aprovadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e o Banco Central (Bacen) e será implementado gradualmente ao longo de 2021. Esse sistema tem como objetivo trazer mais opções de produtos, com o menor custo, além de mais transparência para dar mais autonomia para a vida financeira para os usuários finais.

O que é Open Banking?

Imagine o momento em que você irá se cadastrar em algum site qualquer. Nele tem a opção de utilizar seus dados do Google ou de alguma rede social para realizar a ação, podendo ser seu nome, e-mail ou qualquer outra informação necessária. Assim podendo compartilhá-las para atingir o objetivo de acessar aquele site. O Open Banking funciona de maneira similar a esse processo. Esse conceito se baseia em um conjunto de regras e tecnologias que permitem o compartilhamento de serviços e dados de clientes entre instituições financeiras, tudo isso a partir do consentimento das pessoas.

Por exemplo, caso você tenha o interesse de contratar algum serviço bancário, como um empréstimo, é possível utilizar seu histórico em outros serviços utilizados em outra instituição para que você possa conseguir maiores limites e melhores taxas. Mesmo que o requerente não seja necessariamente correntista do banco. Assim deixando esse processo menos burocrático e mais simples para o usuário comum.

Confira a atuação da Darede no Banco Máxima!

Mas como cloud computing influencia no Open Banking?

O Open Banking irá trabalhar com uma enorme quantidade de dados. Para se ter uma ideia, as informações que serão compartilhadas são as mesmas que usam para abrir a conta em um banco. A tecnologia em cloud auxilia as instituições financeiras a operar e armazenar um grande volume de dados, bem como garantir a segurança e transparência nesse processo de compartilhamento de dados. Esse procedimento será feito de forma padronizada, por isso ele será feito através de APIs. Assim as instituições financeiras vão poder realizar essa troca de informações de forma rápida e segura.

A AWS possui serviços capazes de proporcionar um ambiente em cloud escalável e estável em que seja possível garantir que esse compartilhamento de dados sejam realizados de forma totalmente segura. Ferramentas que estão em conformidade com as principais regulações mundiais, como GDPR, FIPS 140–2 e FedRAMP, por exemplo. Cloud Computing também pode ajudar as instituições financeiras na adaptação da Lei Geral de Proteção de Dados, recém regulamentada pelo Governo Federal.

O conceito de Open Banking já é uma realidade em diversos países mundo afora, uma vez que o Reino Unido já trabalha com esse sistema desde 2018, a Índia vem dando seus primeiros passos. Enquanto países como os Estados Unidos, Canadá e Rússia ainda analisam formas de implementá-lo em seus sistemas bancários, já que o Open Banking não possui um formato específico. O Open Banking busca trazer autonomia para as instituições financeiras e liberdade para os clientes escolherem a melhor forma de se relacionar com elas.

Confira mais artigos de tecnologia em nosso blog!

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Conheça o Microsoft Power Platform

Entenda de forma prática e simplificada como o Microsoft Power Platform pode auxiliar sua empresa! O Microsoft Power Platform é uma plataforma de negócios que combina o poder do Power BI, Power Apps, Power Automate e Power Virtual Agents para ajudar as organizações a transformarem seus processos e operações de negócios diários. Com os recursos do Power Platform é possível que você analise dados, entregue personalização, desenvolva melhores aplicativos, responda aos insights gerados e automatize vários processos sem precisar de conhecimento técnico profundo. Cada um dos componentes incluídos na Microsoft Power Platform é construído no Common Data Service for Apps (CDS), tornando-os dinâmicos quando usados sozinhos e mais capazes quando combinados com outras soluções integradas. Confira a seguir os principais recursos do Power Platform: Microsoft Power BI: é um serviço de análise de negócios que oferece insights em tempo real a partir de dados empresariais, permitindo que você desenvolva visualizações profundas e relatórios altamente personalizados e informativos no painel, seja sobre vendas, campanhas de marketing, atendimento ao cliente ou outras funções de negócios.  Microsoft Power Apps: é uma infraestrutura sem código que permite criar aplicativos empresariais fáceis de usar e compatíveis com dispositivos móveis para necessidades comerciais padrão. Ele também suporta uma ampla variedade de sistemas de terceiros e pode ser configurado com outros aplicativos de negócios da Microsoft para maior flexibilidade.  Microsoft Power Automate: é uma solução de automação de fluxo de trabalho que permite criar fluxos de trabalho automatizados entre seus aplicativos e serviços preferidos por meio da Automação Robótica de Processos (RPA) e modelos e gatilhos pré-construídos para coletar dados, sincronizar arquivos, receber alertas e muito mais.  Microsoft Power Virtual Agents: é uma plataforma de desenvolvimento de chatbots que permite criar chatbots poderosos impulsionados por IA sem a necessidade de código ou conhecimento em ciência de dados, ou desenvolvimento. Esses chatbots podem ser facilmente integrados aos produtos e serviços que você usa todos os dias. Power Pages: é uma plataforma de software como um serviço (SaaS) segura, de nível empresarial e de pouco código para criar, hospedar e administrar sites comerciais externos e modernos. Benefícios Abaixo estão alguns dos principais benefícios do uso do Power Platform: Economia e aumento de receita: A Power Platform pode aumentar o retorno sobre o investimento (ROI) e a receita das empresas, oferecendo uma visão panorâmica e estratégica do negócio; Foco no cliente: A plataforma permite que as empresas se adaptem rapidamente às necessidades do mercado; Automação de processos: Com o Power Automate, é possível automatizar fluxos de trabalho e processos repetitivos, economizando tempo e reduzindo erros manuais; Visibilidade do negócio e controle gerencial: O Power BI permite visualizar dados de maneira fácil, identificar tendências e tomar decisões informadas com base nas informações; Flexibilidade, escalabilidade e produtividade: A Power Platform promove a agilidade empresarial, reduz a dependência de equipes de TI para desenvolvimento de software e oferece uma maneira mais rápida de responder às mudanças do mercado e às demandas dos clientes; Desenvolvimento de hard skills: A plataforma permite que todos os colaboradores da empresa se tornem desenvolvedores cidadãos com apenas algumas horas de estudo; Segurança: Um dos mecanismos usados no Power Platform para prover segurança de dados é a criptografia; Gerenciamento de aplicativos: empresas que precisam de programas para construir sites e aplicativos tendem a gerir com mais dificuldade os dados quando não estão centralizados. Como o Power Platform pode ajudar minha empresa? Após abordarmos os benefícios do Power Platform, vamos nos aprofundar nos casos de uso das ferramentas em algumas áreas de negócio. Entenda como isso é possível. Power Platform em Recursos Humanos e Departamento Pessoal:  Automatize processos burocráticos com Power Automate, de modo que, acelere os processos repetitivos de recrutamento e seleção, onboarding de novos colaboradores, solicitações de férias e ausências, integração entre relógios de ponto e folhas de pagamento, fluxos de assinaturas de documentos, entre outros tipos de automações; Análise de performance dos times com o Power BI para identificar dados através de dashboards interativos, para medir indicadores, como engajamento das equipes, necessidade de novos treinamentos ou contratações ou rotatividade de funcionários na empresa; Crie chatbots para colaboradores com Power Virtual Agents para que o bot responda rapidamente às dúvidas ou solicitações mais frequentes dos colaboradores. Diminua, assim, a quantidade de e-mails e filas de atendimento do setor; Desenvolva aplicativos de engajamento com Power Apps e comunique ações de endomarketing, faça pesquisas de saúde e bem-estar e crie gamificações através de um aplicativo interno e personalizado exclusivamente para os colaboradores; Crie uma página de vagas exclusiva com o Power Pages e divulgue as oportunidades de emprego abertas, receba e faça a triagem de currículos e acompanhe as etapas dos processos seletivos aos quais as pessoas se candidatam. Power Platform em times de Marketing:  É possível analisar a audiência e tendências de comportamento pelo Power BI, importe informações das redes sociais, landing pages, CRMs, entre outras fontes, diretamente para os dashboards do Power BI. Nos painéis você entende não só o perfil do público, mas também correlaciona diferentes variáveis para identificar tendências de consumo. Seu time poderá monitorar os principais indicadores de marketing. Por exemplo, a taxa de conversão por parâmetros distintos, como canal de distribuição, tipos de campanha e sazonalidade; Automatize alertas pelo Power Automate e receba notificações em torno de menções positivas ou negativas da sua marca, e faça a nutrição de seus leads de acordo com o estágio de relacionamento em que eles se encontram; Crie chatbots com Power Virtual Agents que faça enquetes para usar em pontos estratégicos da sua comunicação, como em sua página Web. Assim, é possível criar mais uma fonte de dados com as respostas do público. Por exemplo, para identificar o que os usuários estão buscando através do negócio, as dificuldades percebidas, entre outras informações para criar um diálogo eficiente; Desenvolva aplicativos interativos com Power Apps e crie interfaces de ferramentas, como calculadoras, ou outras opções personalizadas para seus clientes. Identifique oportunidades que façam sua empresa se tornar autoridade e referência dentro do seu segmento e atraia ainda mais leads em

Home Office e Cloud: Como elas se complementam?

A pandemia trouxe grandes mudanças no mundo corporativo, e a popularização do trabalho remoto foi uma delas. Confira o artigo que fala sobre como a cloud computing auxiliou nesse processo. 07/10/2022 Por: Pamela Silva de Oliveira Depois do momento triste e conturbado que o mundo passou com a pandemia de COVID-19, o que mais encontramos por aí são as mudanças em vários setores empresariais no mundo. E a tecnologia foi um dos setores mais afetados. Cloud pós-pandemia A Cloud Computing (computação em nuvem), vem ganhando cada vez mais visibilidade e força, e com isso conquistando cada vez mais espaço na indústria atual. Esse é um modelo de distribuição de serviços digitais pela internet, ou seja, pode ser usada na criação de infraestruturas, plataformas de desenvolvimento, armazenamento de dados, aplicações de software e muitas outras coisas de forma digital. E por conta dessa utilização, o ambiente físico com hardware perde sua obrigatoriedade nos processos das empresas, assim a demanda por trabalho presencial já não vem sendo muito requisitada. Outra grande mudança na sociedade atual foi a crescente implementação de modelos híbridos ou totalmente remoto nas empresas. Realidade que, por conta da pandemia, foi posta quase como obrigatória para empresas que quisessem continuar com seus serviços em uma certa normalidade, e muitas delas se adaptaram e gostaram desse modelo, assim o trouxeram como definitivo para a continuidade dos negócios. Cloud e Home Office Com a crescente migração das empresas para o ambiente na nuvem, o gerenciamento digital delas não exige que os profissionais precisem se locomover, assim abrindo a possibilidade de contratação de profissionais de qualquer lugar do mundo, contribuindo com a redução dos gastos que normalmente se tem com as pessoas que trabalham no ambiente presencial. Ter a possibilidade do seu ambiente estar todo armazenado na nuvem, além do modelo de responsabilidade compartilhada, como o que a AWS oferece, também permite que um profissional necessite apenas do seu conhecimento e um meio de acesso para fazer o seu trabalho, tornando o gerenciamento de serviços mais ágil e maior a segurança para as empresas. Muitas pessoas se beneficiam com o trabalho home office e ver que o mercado se abre cada vez mais para essa realidade, esse é um grande marco. Como exemplo disso, temos a DAREDE que é destaque no mercado de tecnologia na nuvem e tem a grande parte dos seus funcionários trabalhando em home office, mostrando que conseguimos manter a qualidade dos nossos serviços e possibilitando a contratação de pessoas de qualquer lugar do mundo. Darede Academy Pamela Silva de Oliveira Mentor: Ricardo Lemos ricardo.lemos@darede.com.br Equipe de novos talentos do mundo da TI que estão sendo preparados para os desafios da profissão.

Nós usamos cookies para garantir e oferecer a melhor experiência de navegação em nosso site! Mais informações