+55 11 3995-6919 / +55 11 3900-1010

Cloud Economics: Muito além da redução de custos

À medida que a cloud computing se torna uma realidade nas empresas mundo afora, os especialistas da tecnologia passam a ter mais responsabilidades, se desvencilhando da antiga limitação técnica que era imposta. Atualmente, um profissional de TI necessita de um conhecimento mais amplo. Ele precisa compreender o negócio como um todo, para assim entender as carências e objetivos das empresas e realizar um projeto que aumentará a produtividade reduzindo os custos. Sendo esse último, ao lado da segurança, uma das maiores motivações para as empresas migrarem para cloud. Uma vez que suas ferramentas trabalham no modelo ‘pay-as-you-go’ em que a cobrança se dá apenas por aquilo que foi consumido. Ou seja, imagine que sua empresa tenha um servidor que seja utilizado apenas em horário comercial, ao invés de pagar uma taxa fixa por mês, você paga apenas pelas horas que o equipamento ficou ligado, trazendo redução de custos e flexibilidade.

Mas como garantir essa economia prometida? É aí que entra o conceito de Cloud Economics.

Mas o que significa Cloud Economics?

Cloud Economics é o estudo da relação entre os custos e os benefícios dos serviços em cloud trazendo sempre para a realidade de seu negócio. E possuir esse entendimento é extremamente importante, pois apesar de apresentar essa flexibilidade nos gastos, as aplicações em cloud oferecem diferentes tipos de cobrança. O que pode trazer alguma confusão caso a migração não seja feita da melhor forma, causando assim gastos desnecessários. Mas para o conceito de Cloud Economics o real valor para a nuvem não se baseia apenas na otimização dos custos, mas numa concepção geral de como a tecnologia em cloud pode ajudar sua empresa a alcançar os objetivos. Dentre elas estão, a produtividade de sua equipe, resiliência operacional e agilidade empresarial.

Veja nossa live sobre Cloud Economics!

Redução de custos (TCO)

Ao migrar para a Cloud, é preciso entender de forma completa todos os gastos de seu negócio. Só assim é possível saber como a tecnologia pode reduzir seus custos de forma prática. Conforme já apontado, os serviços em cloud utilizam o modelo ‘pay-as-you-go’, que aliados com a escalabilidade apresentada podem garantir a otimização de seus gastos.

Produtividade da equipe

O tempo sempre foi um ativo valioso para as organizações mundo afora. E um dos benefícios é de fato o aumento da produtividade da equipe de TI. Antigamente era preciso ter uma quantidade significativa de pessoas para adquirir, instalar e realizar a manutenção de servidores físicos. Mas com os avanços tecnológicos e o aumento do emprego de cloud computing nas empresas, essas responsabilidades foram reduzidas ou até extinguidas. O que, segundo a AWS, ocasiona um aumento de até 25% na produtividade de equipes de desenvolvimento.

Resiliência operacional

Paradas súbitas nos sistemas podem ser ocasionadas por problemas de segurança, desastres naturais ou falha humana e podem causar grandes prejuízos ao negócio. Os serviços em cloud podem evitar essas perdas e trazer uma infraestrutura resiliente a prova desses infortúnios. Por exemplo, caso algum servidor de seu ambiente apresente problemas, é possível manter a continuidade da operação em outra zona de disponibilidade, assim evitando sua interrupção.

Agilidade empresarial

Ao adotar cloud computing, seu negócio tem acesso a ferramentas completamente inovadoras em processo contínuo de atualização e modernização. Gerando assim a capacidade de implantar novos recursos ou aplicativos de forma completamente ágil e na maioria das vezes sem custos adicionais, diferente de uma infraestrutura tradicional de TI.

Confira mais artigos em nosso blog!