Entenda a diferença ente BIOS e UEFI neste artigo escrito pelo nosso #cloudspecialist José Anderson Vila Nova

Você já se perguntou como é que o seu computador/servidor sabe onde procurar o sistema operacional instalado para iniciar? Acontece que o seu computador/servidor, vem equipado com um firmware em um chip da placa mãe. Esse firmware, um software de baixo nível, é o responsável por iniciar e testar periféricos, encontrar o sistema operacional nos discos instalados etc.

BIOS vs UEFI

Atualmente existem duas versões, o BIOS (Basic Input Output System) e o UEFI (Unified Extensible Firmware Interface). O BIOS é executado em modo 16 bits, enquanto o UEFI pode rodar em modo 32 ou 64 bits. Por possuir um espaço de endereçamento maior, o UEFI permite que seja utilizado mouse e uma interface mais elaborada para o usuário. Já pela limitação, as telas de BIOS são mais simples e só permitem interação pelo teclado.

A BIOS, por ser mais antiga, sofreu pouca evolução, e por esse motivo, com os hardwares e recursos mais modernos, ela está gradualmente sendo substituída pelo UEFI. Por exemplo, os discos estão cada vez maiores. A BIOS, possui uma limitação em que consegue dar boot em discos de até 2,1TB aproximadamente. Já o UEFI, permite boot em discos de até 9,4ZB (zettabytes). A BIOS utiliza o MBR para realizar o boot, enquanto o UEFI, o GPT, e por esse motivo, suporta discos de boot de maior capacidade.

O UEFI também suporta a inicialização segura, o que na prática aumenta a segurança já no boot do sistema operacional. Se essa opção for utilizada, a integridade do sistema operacional é verificada contra adulterações já no processo de boot.

Um outro fator interessante, é que o UEFI permite um boot mais rápido, enquanto o BIOS, devido as suas limitações, tem problemas ao inicializar vários dispositivos ao mesmo tempo, causando uma lentidão maior no processo de boot.

O UEFI possui novos e interessantes recursos, que faz com que ele acompanhe melhor a evolução de hoje. Assim, se o seu sistema suporta o UEFI, dê preferência a utilizá-lo. Utilize o BIOS em sistemas legados que não suportem o UEFI.

É comum inclusive encontrar a opção de boot por BIOS ou UEFI em virtualizadores, tal com o VMware.

Se você não tiver nenhum impeditivo, opte pelo UEFI, ele será atualizado e se tornará o padrão em breve, enquanto o BIOS está se tornando cada vez mais obsoleto. Ele serviu bem por anos, mas agora está na hora de ele dar espaço para novas tecnologias.

Até a próxima!

foto-jose-anderson-vila-nova
José Anderson Vila Nova Cloud Architect
anderson.vilanova@darede.com.br

O José Anderson Vila Nova Profissional de Infraestrutura com ênfase em produtos Microsoft, com experiência no suporte e implantação de aplicativos e serviços. Ele possui diversas certificações técnicas e das duas maiores plataformas de serviços em nuvem: a MS100 da Microsoft e a AWS Cloud Practitioner.

OUTRAS PUBLICAÇÕES

Novidades AWS re:Invent 2021

Todos os anos a AWS promove o AWS re:Invent,o maior evento de cloud do mundo. E a Darede selecionou as melhores novidades! Confere aí!

Nós usamos cookies para garantir e oferecer a melhor experiência de navegação em nosso site! Mais informações