+55 11 3995-6919 / +55 11 3900-1010

SQL Server em RDS: As diferenças do serviço gerenciado da AWS

Bom, se você está lendo este artigo, provavelmente está querendo saber as vantagens de usar o RDS da AWS para sua engine do SQL SERVER. Para começar, caso você não saiba o que é RDS, vamos explicar seu conceito: o Amazon Relational Database Service (RDS), facilita a configuração, operação e escalabilidade de banco de dados relacionais na nuvem. Até aqui já temos bons motivos para usar o RDS para hospedar seu banco de dados. Igualmente às instâncias EC2, o RDS também possui diversos tipos de instâncias, com otimização de memória, performance ou E/S. Oferecendo seis mecanismos de banco de dados comuns: o Amazon Aurora, PostgreSQL, MySQL, MariaDB, Oracle e o SQL Server.

Veja alguns benefícios para utilizar o RDS em seu SQL Server:

Fácil administração:

O Amazon RDS facilita a transição da concepção do projeto para a implantação. Assim, em poucos passos, é possível acessar recursos de um banco de dados em produção, apenas usando o console da própria AWS. Podendo ser o AWS CLI ou até mesmo a API para o RDS que a AWS disponibiliza.

Altamente escalável:

Você consegue alterar os recursos do seu RDS em apenas alguns cliques, sendo via console ou com chamadas via API. Ou seja, é possível aumentar de forma rápida e centralizada o tamanho da memória, a performance da CPU ou até mesmo o tamanho de disco, por exemplo. E o melhor de tudo, é que em muitas das vezes sem necessidade de tempo de inatividade. Também é possível executar uma ou mais réplicas de leitura no seu RDS para redirecionar o tráfego de leitura que é feito na máquina primária.

Disponibilidade e resiliência:

Atualmente, essas duas palavras vem cada vez mais ganhando importância nas estruturas em cloud. A Amazon garante que seu RDS seja executado em uma infraestrutura altamente confiável. Para este tópico, a AWS disponibiliza a configuração do seu servidor RDS em Multi-AZ. Ou seja, ela replica os dados de forma síncrona para uma instância em espera em uma zona de disponibilidade (AZ) diferente. Além disso, outros recursos que melhoram a confiabilidade do seu RDS, incluindo backups automatizados, snapshots e substituição automática de hosts no caso de uma falha de hardware.

Segurança:

Uma das vantagens de se utilizar o RDS é a facilidade no controle de acesso ao seu banco de dados pela rede. Você roda seu recurso RDS em sua Amazon Virtual Private Cloud (Amazon VPC), possibilitando isolar as instâncias de banco de dados e conectá-las à sua infraestrutura atual de forma local ou por meio de uma VPN IPsec criptografada padrão no mercado.

Custo:

Para utilização de todos esses recursos e funcionalidades citados acima o custo é baixo. E você paga apenas o que utilizar. Modelo similar ao do uso das instâncias EC2. Alguns dos benefícios de preços sob demanda, é não ter a necessidade de firmar compromissos antecipados ou de longo prazo. Algo que é mais utilizado em banco de dados de testes, podendo ser interrompidos e iniciados a qualquer momento. Ou mesmo com taxas reduzidas, fazendo uso das instâncias para seu banco de dados de forma reservada.

Falta de Gerência

É preciso também ressaltar que o RDS tem alguns poréns. Mas nada que atrapalhe o seu uso, muito pelo contrário. Isso ocorre devido a facilidade na utilização do serviço. Com isso, você não tem gerência direta do sistema operacional do banco de dados. Isso é fechado e administrado pela AWS. Ocasionando a indisponibilidade de integração de algumas features. Mas caso tenha uma licença de SQL, a AWS te disponibiliza a opção de utilizá-la no seu SQL Server, desde que ele seja configurado em uma EC2 instance. Assim, você terá gerencia total do seu banco de dados na AWS. Mas isso fica para outro artigo…

Bom, um dos recursos mais atrativos para se utilizar o SQL Server na AWS é o suporte ao modelo de licenciamento “licença inclusa”. Ou seja, não é necessário adquirir licenças do Microsoft SQL Server separadamente. O que convenhamos, tira parte da burocracia na instalação de um banco de dados, não é mesmo!? Mas caso você já tenha uma licença e queira utilizar na AWS, também há esta possibilidade.

Se você chegou até aqui, tenho certeza de que você achou uma boa ideia migrar o seu banco de dados SQL Server para o Amazon RDS, certo? E como isso é feito? Bom, nós da Darede, somos parceiros Advanced AWS e fazemos esse tipo de serviço, com toda garantia e segurança no procedimento. Ou caso você seja um aventureiro, pode usar o AWS Database Migration Service. Ele te ajuda a migrar seu banco de dados para a AWS de forma mais segura e rápida.

Então, hands on! Obrigado pela leitura!

Fique ligado em mais artigos técnicos em nosso blog!