The APN Awards is Amazon Web Services’ recognition of the top partners in different regions around the world who in 2020 helped their customers build technology solutions for their organizations, driving digital transformation and innovation using AWS cloud services. The winners of this award have demonstrated practically how it is possible to provide the best experience in the world of cloud computing and turn it into a positive impact on businesses worldwide.

And in this year’s edition, Darede was awarded as the AWS Consulting Partner of the year. This is a proof of the quality of the service provided by the company, which has been working every day since 2013 to transform companies through technological solutions, always appreciating the good service and high level of its professionals.

About the award, the CTO, and co-founder of Darede, Flávio Rescia said: “We are thrilled and very happy with this award, because we work hard every day to provide the best for our customer. We would like to thank our whole team for all their effort and dedication, because without them none of this would be possible. We also thank the people at AWS who provided all the support and gave us all the freedom to do what we love most, provide the best service to our customers”.

CEO and co-founder Muriel Arneiro also thanked everyone about this recognition, “It’s a pride to receive this recognition, so we thank a lot all our team that works night and day, sparing no efforts, to bring the best to our customer. It is also important to thank our customers who believe every day in our project and without them, we would be absolutely nothing. And of course, to AWS that gives us all the conditions to bring the best to our clients, we are very happy with this partnership, and we want you to know that we are just at the beginning of this journey that will be very successful”.

The CMO and one of Darede’s partners, Marcelo Carazato emphasized the total support from AWS for winning this award: “We received this news with a lot of emotion, and this is the result of constant work from our entire team, since the first contact we provide a totally differentiated and personalized service to our customers. Here we look for all the alternatives to provide the best service for them, and for this I am very proud of our team. And I would like to give a special thanks to the people at AWS, because they give us all the conditions to offer the best service, it’s no wonder that the company is the main platform in the world, they really are trusted partners for all times”.
Read the story on the AWS website: https://aws.amazon.com/pt/blogs/apn/announcing-the-aws-partner-network-regional-2021-partners-of-the-year/

OUTRAS PUBLICAÇÕES

O que você precisa, Office 365 ou Exchange Server? – Parte 2

Confira a segunda parte do artigo sobre o uso do Office 365 e o Exchange Server. Escrito por Flávio Rescia. Levantamos os custos de cada um dos itens envolvidos em uma solução de Exchange Server e montamos uma planilha que pode ser baixada sem custo aqui. Dessa forma conseguimos uma estimativa do custo inicial (lembrando que o ideal é trabalhar com depreciação total em 36 meses) de ambas as soluções conforme imagem abaixo: Assim conseguimos comparar os planos para pequenas e médias empresas (Business) onde chegamos ao comparativo abaixo, como esses planos são limitados a 300 contas, limitamos dessa forma: Para fazer o comparativo acima, dividimos o investimento inicial por 36 (número de meses até a necessidade de troca dos equipamentos e licenças). Agora para planos Enterprise (E1,E3 e E5) não há limite de contas, caso você não precise do pacote Office Offline, temos o ponto de encontro próximo há 300 contas. Coincidência, não? Agora se você precisa do pacote Office Offline temos duas opções: • Exchange Server + Pacote Office (em nosso exemplo usamos o standard) • Office 365 Business ou >E3 Assim fizemos uma comparativo para essas opções, com o valor do Office Standard mentalizado (valor dividido por 36 meses) lembrando que o Business Essentials permite apenas 300 contas: Considerações Não consideramos custo com backup para solução com Exchange Server por entender que uma possível contingência e o de recursos do próprio Exchange Server (como archive e journaling) se equiparam a funcionalidades do Office 365. O valor com Microsoft Windows foi considerado no valor do servidor. Conclusão Dessa forma, conseguimos chegar às seguinte conclusões: • Do ponto de vista de funcionalidades, ambas as soluções possuem suas vantagens e desvantagens; • Os custos iniciais com Exchange Server são sempre muito elevados; • Para empresas com poucos usuários, o uso de Exchange não possuí um bom custo vs benefício; • Os planos Business do Office 365 se mostram sempre com melhor custo que as soluções com Exchange Server. Flavio Rescia Dias CTO & Co-Fundador da Darede flavio.rescia@darede.com.br Atuando desde 2006 no mercado de tecnologia, Flávio Rescia é um dos fundadores da Darede, empresa de consultoria de serviços de TI, na qual atua como CTO. Ele possui diversas especializações no setor, sendo a última a Certificação AWS Solutions Architect – Professional.

O que é CDN?

Por Leandro Damascena Vivemos em um mundo conectado em que a tecnologia é bastante presente em nosso estilo de vida. Ela nos ajuda a realizar as mais diversas atividades do nosso cotidiano através de um simples site, como assistir vídeos, acessar as redes sociais, ler notícias entre outras. A grande missão destes sites é proporcionar uma boa experiência ao usuário para que seu uso seja rápido, simples e a adesão ao produto/serviço oferecido seja cada vez maior. Mas para atingir esse objetivo, é importante estar atento a vários fatores como por exemplo: o banco de dados utilizado, a linguagem de programação, a arquitetura de serviços, entre outros. Entretanto, existe uma tecnologia que é um dos pilares na garantia da boa experiência do usuário, estamos falando do cache. O que é Cache? Quem nunca teve problemas ao acessar um site, ligou no suporte da operadora de internet e o atendente falou: “vamos limpar o cache!”? Mas você já deve ter se perguntado: o que é cache? Cache é a tecnologia que permite armazenar localmente (ou em um ponto remoto muito próximo) os arquivos de um site para que este acesso seja mais rápido a partir da segunda vez. Parece um pouco confuso ainda, não é? Ok, vamos a um exemplo prático: Você ganhou um computador novo, abriu o seu navegador e digitou https://www.darede.com.br/blog. A primeira vez que você acessou este site o seu navegador recebeu instruções para armazenar o que puder localmente e tornar o acesso mais rápido na próxima vez. Consequentemente na segunda vez que você acessar o navegador tem armazenado localmente imagens, fontes, textos e com isto aumenta a velocidade com a qual o site é exibido para você. CDN (Content Delivery Network) CDN é a abreviação de Content Delivery Network (Rede de distribuição de conteúdo em tradução livre). CDN é uma rede de computadores com diversos pontos distribuídos ao redor do mundo e que armazenam cópia de sites e arquivos para distribuí-los de forma mais rápida, ou seja, podemos considerar o CDN como um grande cache da internet. Para exemplificar melhor o funcionamento do CDN vamos imaginar uma startup americana que criou um site que será acessado mundialmente. Essa startup hospedou esse site em instâncias EC2 localizadas na região de Norte Virgínia (EUA). Durante a semana de lançamento, usuários do Brasil começaram a reclamar que o site apesentava lentidão em alguns pontos, enquanto usuários dos Estados Unidos reportavam uma excelente experiência e velocidade no acesso. Isso acontece porque o site não tem um CDN configurado, ou seja, todas as vezes que os navegadores precisam buscar um arquivo que não está no cache local os usuários do Brasil têm que “percorrer” toda a internet para ir buscá-lo arquivo em Norte Virginia (EUA). Esse caminho de São Paulo até Norte Virginia (EUA) aumenta a latência (tempo de comunicação) e consequentemente o tempo de espera de acesso. Mas para resolver este problema é simples, basta a startup configurar um Amazon Cloudfront e colocá-lo entre seus usuários e seu site nas instâncias EC2. As funcionalidades do Amazon CloudFront O Amazon Cloudfront é o serviço de CDN da AWS que serve como serviço rápido de entrega de conteúdo e que escala para milhões de acessos simultâneos. Contando com mais de 225 pontos de presença em 90 cidades de 47 países, o Amazon Cloudfront ajuda a servir o conteúdo do site a partir do ponto de presença mais próximo do usuário. Lembram do exemplo da startup no parágrafo anterior? Agora com o Amazon Cloudfront configurado, os usuários do Brasil não terão que ir até Norte Virginia (EUA) buscar os arquivos, pois o Amazon Cloudfront armazenou o conteúdo deste site em algum ponto de presença (no Brasil) próximo ao usuário e a experiência será muito melhor e mais rápida. *Revisão de Cassius Oliveira e Ana Carolina Fernandes

Entendendo o AWS Transfer Family

O AWS Transfer Family é uma ferramenta da AWS que pode te ajudar a sanar muitos problemas! Entenda de forma prática como ele funciona! 14/09/2023 Por Thiago Marques O pai ta on!! Nesse blog existem diversos posts falando sobre serviços, soluções e possibilidades, e hoje vamos falar de um serviço da AWS, que resolve problemas muito comuns, mas que muitas vezes acaba sendo deixado de lado: o Transfer Family. Neste artigo, vamos explorar o que é o AWS Transfer Family, seus principais recursos e opções, além de fornecer um guia passo a passo para criar um servidor SFTP (Secure File Transfer Protocol) com código Python utilizando a biblioteca boto3 e um template CloudFormation para provisionar um servidor SFTP.  Fonte:https://d1.awsstatic.com/cloud-storage/product-page-diagram_AWS-Transfer-Family_HIW-Diagram.4af0b3b19477f22bc7e37995c43cf833b6db0ce9.png O que é o AWS Transfer Family O Transfer Family é uma solução versátil e poderosa da AWS que simplifica significativamente o processo de transferência de arquivos para a nuvem. O serviço permite que você configure facilmente servidores de transferência de arquivos além de oferecer suporte a vários protocolos de transferência, incluindo FTP (File Transfer Protocol), FTPS (FTP Secure), SFTP e até mesmo APIs personalizadas.  Essas características abrem possibilidades que vão desde um compartilhamento de arquivos seguros entre uma fonte externa e sua conta na AWS, outras aplicações para a solução podem ser: Backup de dados: Garantir que os dados que estão no onpremises utilizem um conector criptografado para transferência segura; Compartilhamento de arquivos: Compartilhar arquivos de forma segura com clientes, parceiros e fornecedores. Soluções como bucket S3, podem até resolver essa questão, mas nesse caso vai precisar de controles externos, profiles ou (no pior dos casos) deixar o bucket público (desaconselho fortemente). Integração com aplicativos: Como o Transfer Family vai garantir que a transferência de arquivos pontuais, ou mesmo contínuos, é possível integrá-lo com S3 e o Event Bridge para iniciar processamento de arquivos automaticamente; Vantagens do AWS Transfer Family Facilidade de configuração: Ele elimina a complexidade da configuração e gestão de servidores de transferência de arquivos. Dessa forma o provisionamento e gerenciamento de servidores pode ser feito facilmente ou pela console, ou via IaC. Segurança: O serviço fornece recursos de segurança robustos, e possui compatibilidade com modelos de conformidade como o FedRAMP (Federal Risk and Authorization Management Program), além de incluir mecanismos de autenticação baseadas no IAM, ou mesmo customizadas com utilização de Secrets Manager e Lambda. Escalabilidade: Além de ser um serviço gerenciado, ele é altamente escalável, permitindo ajustes de capacidade conforme a necessidade da solução evolui. Observabilidade: Com sua integração com o CloudWatch, criar métricas, alarmes e até o traceback dos logs com o cloudwatch logs é além de simples, totalmente eficaz e eficiente para coletas daqueles registros detalhados solicitados em auditorias. Múltiplas formas de saída (outputs): Se pode armazenar os arquivos diretamente em um bucket no S3, proporcionando durabilidade e escalabilidade, além de integração com outros serviços da AWS, ou ainda garantir uma maior facilidade na aplicação com a utilização do EFS como outputs. Adicionalmente é possível utilizar scripts no Lambda para enviar/processar esses arquivos diretamente. Pontos de atenção com o Transfer Family Mesmo com diversas vantagens existem alguns pontos de atenção a serem observados.  O serviço não tem por padrão uma forma simples para utilização de clientes. Dessa forma é necessário a utilização de clientes que suporte SFTP/FTP para a transferência de dados, ou mesmo de uma aplicação que faça essa função, o que deixa o trabalho um pouco árduo para usuários que não possuem familiaridade com os clientes. Bônus: Solution Web Client Como disse, por padrão não existe uma forma simples de utilização do serviço, contudo a AWS desenvolveu uma solução de web cliente, garantindo vantagens como simplicidade, suporte a multi-client e gerenciamento dos arquivos (upload, download, rename e delete). A solução esta disponível em: Web Client for AWS Transfer Family, e basicamente um cloudFormation que faz deploy da estrutura abaixo: Ao final teremos uma página web (CRUD) com autenticação, gerenciamento e interação muito mais útil e eficiente. Comparação de preços Por ser um serviço gerenciado em comparação direta com as mesmas funcionalidades em um IaaS o Transfer Family acaba ficando com um preço mais elevado. Obviamente todo o custo em operação, administração e infraestrutura deve ser colocado na balança. Conduto, considerando uma m6i.2xlarge com 200G de TransferOut/mês, o Transfer Family teria uma vantagem financeira:  Obs.: Aqui não consideramos savings plans, nem reserva. Infra como Código Como sempre vamos ver um exemplo de código para criar o deploy em python: import boto3   # Cria o objeto de cliente do serviço transfer_client = boto3.client(‘transfer’)   # Parametros server_params = {         ‘IdentityProviderType’: ‘SERVICE_MANAGED’,      ‘Protocols’: [‘SFTP’],     ‘EndpointType’:’PUBLIC’,     ‘Domain’:’S3′,     ‘Tags’:'[{‘Key’: ‘Name’, ‘Value’: ‘SFTP by Python’}]’   }   # Crie o servidor SFTP response = transfer_client.create_server(**server_params)   # Imprima o ID do servidor recém-criado print(‘ID do Servidor SFTP:’, response[‘ServerId’]) Conclusão O Transfer Family é uma ferramenta valiosa, que simplifica a transferência de arquivos para AWS, gerando facilidade na configuração, a segurança com diversos frameworks de compliantes, e toda a integração que a AWS possui entre seus serviços. Xero no suvaco!! Be Happy!!! Thiago Marques Technical Account Manager thiago.marques@darede.com.br Technical Account Manager da Darede, formato em Rede de Computadores, e pós graduado em Segurança da Informação. Possui ampla experiência em Datacenters e Service Providers, além de ser um entusiasta em DevOps e mercado financeiro.

SaaS na AWS

Entenda na prática como é possível utilizar serviços 100% gerenciados pela AWS para hospedar sua solução SaaS, multi-tenant e whitelabel domain (com códigos de automação em Python).

Dados em tempo real na AWS

Entenda o que são esses tipos de dados e como a AWS nos ajuda a usá-los da melhor forma. Diariamente nós geramos dados de diferentes maneiras e quando o assunto é tecnologia acontece o mesmo. Por conta disso, a AWS fornece o necessário para analisá-los e processá-los em tempo real. Vamos entender um pouco sobre esses tipos de dados ao longo do artigo. O que são dados em tempo real? Quando falamos sobre esses tipos de dados estamos nos referindo àqueles que são obtidos de forma simultânea. Eles costumam ser resultantes de fluxos, tecnologias IoT (Internet das Coisas – em inglês) e aplicações que possuem eventos como guia. Assim como dados são usados para a procura de uma informação ou a busca pela solução de um obstáculo, os em tempo real tem o mesmo propósito, com a diferença de auxiliar na tomada de decisões urgentes e que precisam de rápida resposta. Por conta disso, a AWS fornece diversos serviços, gerenciados ou não, que possuem como objetivo auxiliar na coleta, análise e processamento do fluxo de dados em tempo real.  Abaixo veremos alguns exemplos desses serviços e como eles podem nos ajudar: Amazon Kinesis Data Streams O Data Streams é um serviço Serverless (não possui servidores para gerenciar)  de consumo, processamento e armazenamento de transmissão de dados com alta escalabilidade otimizado para dados de streaming (transmissão contínua de dados). Por meio da coleta de diferentes tipos, é possível abastecer painéis instantâneos, gerar métricas  e entregar dados a repositórios que o armazenam. Além disso, graças a aplicações ativadas por eventos é possível reagir ou se ajustar a ocorrências imediatas. Amazon Kinesis Firehouse O Firehouse é um serviço para extração, transformação e entrega de dados de um modo confiável para armazenamento e serviços de análise. Com ele, é possível monitorar a segurança em tempo real e criar diferentes alertas com ferramentas compatíveis quando possíveis perigos aparecerem. Além disso, por meio do uso de modelos de Machine Learning é possível melhorar os fluxos de dados para análise e previsão. Amazon Kinesis Data Analytics O Data Anaytics tem como objetivo a simples transformação e análise de dados de transmissão em tempo real por meio do uso do Apache Flink (ferramenta de fluxo de dados de streaming). Por meio deste serviço é possível executar a procura e estudo dos mesmos de uma forma interativa em tempo real. Além disso, é possível efetuar a detecção de anomalias segundo as tendências de dados históricos.  Amazon MSK O MSK é utilizado com o objetivo de simplificar o tratamento e a obtenção de dados de streaming em tempo real por meio do uso de Apache Kafka totalmente gerenciado. Este serviço permite que os desenvolvedores possam se concentrar no desenvolvimento de aplicativos e menos no gerenciamento da infraestrutura. Além disso, ajuda a implantar de forma fácil aplicações compatíveis, seguras e prontas para produção. Amazon OpenSearch Service O Amazon OpenSearch Service libera de maneira segura o monitoramento, a procura e a análise de dados de operação em tempo real. Este também é um serviço gerenciado com o objetivo de aumentar a excelência operacional. Além disso, por conta de sua alta observabilidade, é possível detectar possíveis perigos e reagir ao estado de um sistema por meio de uma solução de código aberto. Caso deseje saber mais sobre esses e outros serviços da AWS que possam ajudar na análise e processamento de dados em tempo real, acesse o site: https://aws.amazon.com/pt/big-data/datalakes-and-analytics/ Acompanhe mais sobre esse e outros assuntos no Blog da Darede! “O que é perigoso é não evoluir”. –      Jeff Bezos Mateus Passos Assistente de Projetos mateus.passos@darede.com.br Matheus tem um vasto conhecimento na área de tecnologia e hoje atua no setor de projetos na Darede. Ele possui diversas certificações, sendo a última Scrum Fundamentals Certified.

Nós usamos cookies para garantir e oferecer a melhor experiência de navegação em nosso site! Mais informações